Mário Penna Ensino, Pesquisa e Inovação recebe citômetro de fluxo CytoFLEX SRT (BC)

O CytoFLEX SRT permite a realização da nanocitometria de fluxo, com detecção de partículas de até 80 nm. Com toda essa sensibilidade e resolução, o equipamento possibilita a identificação de populações com baixa expressão e baixa intensidade de fluorescência. Além disso, classifica as várias populações gerando material de alta qualidade para ensaios a jusante.

O Equipamento faz parte da parceria entre o Instituto Mário Penna Ensino, Pesquisa e Inovação e o Centro de Pesquisas René Rachou da FioCruz Minas, através dos pesquisadores Andréa Teixeira e Olinto Assis Martins. A parceria visa ampliar a capacidade de pesquisa das duas instituições na área de citometria de fluxo usando o “sorting”.

O “Sorting” é um processo que pode ser utilizado tanto em pesquisa básica, quanto em pesquisa clínica nas áreas de imunologia, microbiologia, genética, parasitologia, oncologia, biologia molecular e toxicologia.

Para ilustrar a versatilidade do “Sorting” por citometria de fluxo, veja quantos projetos podemos desenvolver com o equipamento:

  • Clonagem de uma única célula a partir de células de hibridoma para a produção de anticorpos monoclonais usados em terapia contra o câncer;
  • Seleção de células progenitoras (CD34+) em busca de células-tronco pluripotentes;
  • Isolamento e purificação de diferentes linhagens, incluindo células-tronco, a partir de amostras de medula óssea;
  • Seleção células transfectadas com um marcador de expressão, como a Green Fluorescence Protein (GFP);
  • Isolamento mutiparamétrico de células a partir de populações mistas;
  • Sexagem de sêmen através do Sorting de espermatozóides utilizando a diferença no conteúdo de DNA entre os cromossomos portadores de X e Y;
  • Sorting de uma única célula para ensaios in vitro a partir de um clone de célula

O Instituto Mário Penna está de portas abertas para parcerias como essa que visam acelerar ideias e permite a realização da pesquisa e desenvolvimento de produtos.

Mudanças para 2022: conheça o Instituto Mário Penna de Ensino, Pesquisa e Inovação

Em 2022, o Núcleo de Ensino e Pesquisa do Instituto Mário Penna (NEP) passará por diversas transformações que fortaleceram os seus quatro pilares: Pesquisa Clínica, Pesquisa Translacional, Ensino e Inovação. Esta reestruturação irá abranger desde a identidade visual do Núcleo de Pesquisa, até a concretização da marca Mário Penna como uma instituição protagonista na construção do conhecimento em Minas Gerais. Assim, a partir de agora, o NEP ganha novo nome: Instituto Mário Penna de Ensino, Pesquisa e Inovação.

Várias são as iniciativas para alcançar as metas traçadas e, nas próximas semanas, vamos explicando cada uma. Hoje vamos falar sobre o que será feito na Pesquisa Clínica.

Como funciona

Ampliação da Estrutura — A Pesquisa Clínica possuía apenas uma sala administrativa localizada no terceiro andar do Prédio Anexo tendo o estoque de medicações e a estrutura do ambulatório da quimioterapia usado para a maioria dos atendimentos da pesquisa. No final de 2021, mais expansões: o segundo andar do Prédio Anexo e um espaço no prédio do antigo Mário Penna, localizado no bairro Santa Efigênia.

No Prédio Anexo, está prevista a criação do ambulatório, onde os pacientes poderão ser atendidos e acompanhados durante o tratamento na pesquisa. Neste espaço haverá consultórios exclusivos, sala de triagem, de coordenação, de monitoria, de reunião, recepção, estoque e arquivo. Na área do Santa Efigênia, algumas estruturas serão compartilhadas com o ambulatório, mas haverá uma estrutura mínima para atendimento dos pacientes do Instituto Mário Penna e outros pacientes referenciados dos demais hospitais das proximidades. A proposta com estas mudanças é proporcionar ao paciente voluntário de pesquisa, um ambiente acolhedor e seguro para o seu tratamento, visto que ele se encontra em um momento de fragilidade.

Suporte ao Pesquisador — Atualmente, a orientação para quem deseja conduzir um estudo clínico é muito discreto e limitado à equipe médica envolvida em estudos patrocinados. O planejamento da Pesquisa Clínica prevê que a experiência da equipe seja compartilhada para suporte aos novos pesquisadores que desejam escrever um estudo clínico e que passarão a receber orientações no desenvolvimento de protocolos de pesquisa. “Atuaremos auxiliando na construção e redação do protocolo, na elaboração de documentos, termos de consentimento, declarações, na busca por parcerias, nas submissões e trâmites éticos e na execução do projeto. Esperamos com isso aumentar o número de estudos de mundo real e mais aplicados com as necessidades cotidianas”; explica Cíntia Maria de Lima, Gerente de Pesquisa Clínica.

Criação do SAP – Serviço de Atendimento ao Paciente — O serviço atualmente não existe e identificamos essa carência vivenciando as necessidades apresentadas pelos pacientes participantes da pesquisa. A princípio, o serviço irá atender apenas a demanda dos voluntários de pesquisa, podendo ser ampliado futuramente para outras áreas. Este trabalho irá proporcionar ao participante um contato direto com um profissional de saúde, que funciona 24 horas, incluindo finais de semana e feriados, que possa funcionar como um canal de orientação em diversas situações, seja o preparo de um exame ou o controle de um evento adverso. Esse contato irá auxiliar no direcionamento do paciente no fluxo de atendimento com maior segurança, agilidade e qualidade.

Expansão das áreas de estudo clínico — Atualmente a equipe trabalha com as especialidades da oncologia, hematologia e Covid-19 para a condução de estudos, mas existem condições para expandir para outras áreas com o alcance de outros médicos que podem entrar como investigador principal ou como sub-investigador. A diferença entre eles é que o investigador principal lidera a equipe de sub-investigadores, outros membros e responde pelo estudo clínico no contrato. Dessa forma poderemos ampliar o leque de doenças tratadas.

Formação do consórcio de pesquisa — Utilizando da nossa experiência em pesquisa clínica, outra proposta é montar um consórcio entre hospitais para a captação de estudos liderados pelo Instituto Mário Penna. “Com este consórcio vamos lançar Belo horizonte como um dos polos de pesquisa do Brasil, atraindo mais indústrias e construindo parceria duradoura”; ressalta Cíntia.

Aguarde! Em breve mais novidades do Instituto Mário Penna de Ensino, Pesquisa e Inovação.

 

*Texto escrito pela equipe do Instituto Mário Penna de Ensino, Pesquisa e Inovação

 

Olá, como podemos ajudar?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.