Esta pergunta normalmente é feita pela equipe de pesquisa clínica aos pacientes do Instituto Mário Penna que podem entrar para os estudos clínicos. Mas, antes de ouvir a resposta, algumas explicações são essenciais.

O voluntário de pesquisa, também conhecido como participante de pesquisa, é uma pessoa que aceita usar um novo medicamento que está em fase de teste e que possa trazer benefício para o tratamento do câncer. A identificação dos potenciais voluntários é realizada pela equipe de oncologistas que indicam aqueles que podem participar dos estudos. Para este convite é necessário checar três pontos fundamentais:

1 – O tratamento teste possibilita mais benefício que o tratamento padrão? Em algumas situações, os estudos clínicos oferecem medicações que não estão disponíveis no SUS ou no convênio, e que já apresentam resultados promissores em comparação às terapias utilizadas na rotina, e que podem aumentar o tempo de vida ou causar menos efeitos colaterais. Em outras situações, o paciente já percorreu um longo caminho de tratamentos e as opções de terapia já se esgotaram, restando ao médico oncologista repetir um tratamento que já foi feito anteriormente. Com a pesquisa clínica é possível viabilizar uma nova linha de tratamento.

2 – O que acontece quando participo do estudo clínico? O estudo clínico não é iniciado antes do paciente ser esclarecido quanto aos riscos, benefícios, exames de acompanhamento, medicamentos usados, efeitos colaterais, tempo de tratamento, consultas e todas as outras informações necessárias para garantir o seu direito de decisão.  Após o esclarecimento, um documento chamado Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) é assinado pelo paciente e pelo médico responsável pelas orientações passadas. No termo consta todas as informações discutidas e os contatos dos responsáveis pelo protocolo clínico.

3 – O paciente atende aos critérios de segurança do estudo? Antes do estudo clínico chegar ao Instituto Mário Penna, outras análises são realizadas a respeito do medicamento, sendo possível conhecer os principais efeitos colaterais que ele pode causar, excluindo assim, pacientes que possam ter algum fator de risco para tomar a medicação. Vários exames são realizados entre a assinatura do TCLE e antes da administração da primeira dose da medicação, com o objetivo de conhecer o paciente.

Cíntia Lima, Enfermeira Coordenadora de Pesquisa Clínica, ressalta que um paciente bem esclarecido quanto às possibilidades de tratamento na oncologia, certamente não terá dificuldade em responder à pergunta do título deste texto. Ela reforça também que a missão da equipe de pesquisa clínica é oferecer o melhor tratamento aos pacientes e garantir que a sua vontade seja respeitada.

*Texto escrito por Cíntia Lima, Enf. Coordenadora de Pesquisa Clínica

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos <abbr title="Linguagem de marcação de hipertexto">HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> </abbr>

*

Olá, como podemos ajudar?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.