Gestão de Serviços IMP altera fornecedor e alcança economia de 60% no consumo de gás

A nova gestão que está à frente do Instituto Mário Penna desde 2019 vem trabalhando com as suas lideranças a redução contínua de custos, sem perder a qualidade nos serviços prestados. Um exemplo disso foi a troca do fornecedor de gás, que proporcionou uma economia de 60% nas contas mensais desse abastecimento.

Sérgio Lopes Magalhães, Gerente de Serviços, explica que houve também uma preocupação na troca do tipo do gás. “Antes usávamos o LP e hoje é o natural. Além de agora ser mais barato, o impacto na poluição ambiental é muito menor. Com isso, todo mundo sai ganhando”.

A troca do tipo de gás trouxe reduções que só foram percebidas depois do início da utilização. São elas:

  • Melhor aplicabilidade para a cozinha do Serviço de Nutrição e Dietética (SND), acabando com o carvão das panelas produzido pelo gás LP;
  • Redução nas manutenções com os aquecedores;
  • Por apresentar maior poder calorífico, o tempo de cozimento é significativamente bem menor;
  • Não é necessário preocupar com a quantidade de gás. O LP é fornecido em cilindros e o gás natural é canalizado diretamente do registro geral que está na rua;
  • Facilidade de manuseio e transporte.

InfoFarma e a Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial

O Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial é celebrado no dia 26 de abril. A data tem como objetivo a prevenção, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado a dessa doença. Como alerta, a equipe do InfoFarma traz informações sobre essa condição e explica como o profissional farmacêutico pode ser o seu aliado no controle da pressão arterial.

A pressão arterial é aquela exercida pelo sangue dentro dos vasos sanguíneos com a força proveniente dos batimentos cardíacos.  Desse modo, a hipertensão arterial é uma doença crônica não transmissível caracterizada pela persistência do aumento do nível dessa pressão. O desenvolvimento da doença possui múltiplos fatores, sendo eles genéticos e comportamentais.

Um dos objetivos específicos do tratamento do paciente hipertenso é obter o controle da pressão, o que é feito a partir do uso de medicamentos e mudanças nos hábitos de vida.  Alguns cuidados são fundamentais para prevenir o desenvolvimento da doença. Para isso, deve-se praticar exercício físico regularmente; manter uma alimentação saudável e com consumo moderado de sódio; evitar fumar e ingerir bebidas alcoólicas; controlar o estresse; e realizar o adequado manejo de doenças como diabetes e hipertireoidismo.

O farmacêutico é essencial para a população na prevenção da doença, seja realizando educação em saúde ou atuando no rastreamento, a fim de permitir um diagnóstico precoce. Além disso, esse é o profissional capacitado a realizar o acompanhamento farmacoterapêutico, o que significa revisar os seus medicamentos, a fim de garantir que todos sejam indicados, efetivos, seguros e utilizados da melhor forma possível.

Não se esqueça: em caso de dúvidas, procure o farmacêutico. Cuide da sua saúde e de quem você ama!

*Texto escrito pela equipe de Farmácia do Instituto Mário Penna

Mulheres recebem homenagem do Instituto Mário Penna

A história dos 50 anos do Instituto Mário Penna é fortemente marcada pela presença de mulheres guerreiras e batalhadoras. Atualmente, elas correspondem a 85% do quadro de colaboradores da instituição, sendo motivo de muito orgulho. Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, o projeto “Música no Hospital”, idealizado pelo Instituto Mário Penna e ECA – Espaço de Cultura e Arte, realizou o show “Dengo”, com a cantora Flávia Ellen, acompanhada da baixista Larissa Horta e da pianista Glaw Nader. A apresentação aconteceu no jardim do Hospital Luxemburgo.

“A proposta do Música no Hospital é contribuir na recuperação dos pacientes e na humanização do ambiente hospitalar. O projeto é destinado para aqueles que estão internados, seus familiares, visitantes e toda a equipe técnica do hospital e este show, em especial, oferecemos às mulheres nesta data significativa”; explica Ricardo Matosinho, curador do “Música no Hospital” e diretor do ECA.

Além disso, a equipe do setor de Humanização do Instituto distribuiu lenços para as pacientes que passavam pelo local no momento da apresentação. “Estou fazendo tratamento de câncer de colo do útero. Como moro no interior, estou aguardando o meu transporte. Aí fui surpreendida com essa música maravilhosa enquanto andava pelos corredores do hospital. E como se não bastasse, ganhei ainda um lenço lindo de presente. Estou encantada com o atendimento do Instituto, com o carinho e com a atenção que recebemos”; conta Maria de Lourdes Silva.

Para atender ao protocolo de segurança referente à Covid-19, os músicos e a equipe envolvida no projeto usaram máscaras e mantiveram o distanciamento recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Vale ressaltar que apresentação aconteceu em área externa.

As colaboradoras do Instituto Mário Penna também não ficaram de fora das comemorações. Elas foram presenteadas com uma caneta personalizada, distribuída pelos gestores de cada setor.

ESTUDO NEP: entenda como a inteligência artificial pode ser aplicada no combate ao câncer

Somos únicos e isso faz com que exista grande diversidade de desfechos clínicos quando o assunto é o câncer. Cada pessoa pode apresentar uma resposta a um tratamento completamente diferente de outra, mas sempre existirá um padrão a ser observado quando consideramos um grupo de pacientes. Neste contexto, a oncologia tem caminhado a passos largos na direção de realizar tratamentos cada vez mais personalizados aos pacientes que estão na luta contra o câncer. Isso traz diagnósticos mais rápidos e assertivos e possibilita decisões clínicas mais precisas na determinação de estratégias de tratamento.

Atualmente, os médicos podem contar com o auxílio da inteligência artificial para apoiar as tomadas de decisões. Você sabe o que é inteligência artificial? São programas de computadores que buscam especificamente padrões, semelhanças entre o que está sendo observado em um determinado paciente e o que foi observado em outros pacientes já tratados anteriormente. Baseando-se em dados acumulados ao longo do tempo de centenas e, às vezes, milhares de outros pacientes com o mesmo problema, os programas conseguem comparar e, rapidamente, determinar previamente a condição do paciente, dando ao médico a oportunidade de tratar o caso de maneira mais eficiente e personalizada.

Os pesquisadores e médicos do Núcleo de Ensino e Pesquisa (NEP) aqui do Instituto Mário Penna estão atentos a essa perspectiva de inovação no tratamento do câncer e publicaram dois estudos que desenvolveram sistema usando inteligência artificial. Um dos estudos publicado na revista científica internacional, a Modern Pathology, Dr. Paulo Guilherme de Oliveira Salles, Diretor do NEP, desenvolveu um sistema de inteligência artificial para apoiar o médico patologista no diagnóstico do câncer de próstata. O outro, publicado na Journal Clinical Oncology, pela Dra. Letícia da Conceição Braga, coordenadora do Laboratório de Pesquisa Básica e Translacional, descreve um sistema de predição inteligente para avaliação do risco de recorrência e benefício ao tratamento quimioterápico em câncer de ovário.

“A grande vantagem do uso da inteligência artificial como ferramenta no combate ao câncer é a capacidade dos programas aprenderem com novos dados e se tornarem melhores a cada uso, bem como de conseguir lidar com um volume de dados enorme em um intervalo de tempo consideravelmente baixo” ; explica o pesquisador do Laboratório de Pesquisa Básica e Translacional do NEP, Dr. Fábio Ribeiro Queiroz.

Quer conhecer as publicações dos nossos pesquisadores? Acesse os links abaixo.

https://doi.org/10.4238/2015.October.28.13

https://ascopubs.org/doi/abs/10.1200/JCO.2020.38.15_suppl.e18075

 

*Texto escrito pelo Dr. Fábio Ribeiro Queiroz

NEP: Hospital Luxemburgo participa de estudo sobre efeitos da radioterapia

Atualmente, o tratamento do câncer acontece por meio da cirurgia, radioterapia e quimioterapia. Na radioterapia são utilizadas radiações ionizantes de alta energia, objetivando destruir células do tumor e poupando células saudáveis que estão no seu torno. Um dos problemas decorrentes do tratamento da radioterapia é justamente a irradiação destas células normais, ficando sempre a questão sobre o que pode acontecer com estas células. Muito se sabe sobre a interação da radiação com o meio biológico, mas muito ainda tem para se aprender sobre a interação da radiação ionizante com a função das várias células que compõe o corpo humano e com os mecanismos de interação desta célula com a sua “vizinhança”.

Físicos Clara e Jony

No dia 9 de setembro foi publicado na revista internacional Heliyon Cell Press um estudo sobre a ação da radioterapia na função de macrófagos presentes no baço de mamíferos. Este estudo, desenvolvido por um grupo pesquisadores da Faculdade de Medicina da UFMG, coordenado pelo Dr. Fernando P. de Faria e supervisionado pelo prof. Dr. Andy Petroianu, contou com a participação do Hospital Luxemburgo e dos físicos médicos Clara Bicalho e Jony Marques, ambos colaboradores da Radioterapia.

A função fagocitária das células é muito importante, pois ela permite que elementos do meio extracelular sejam transportados para dentro da célula. Neste estudo, pigmentos de carbono foram admitidos para dentro das células do baço e verificou-se que, nas células não irradiadas, os pigmentos de carbono foram capturados pelos macrófagos nas polpas vermelha e branca. Enquanto isso, nos grupos irradiados, a captação de pigmentos de carbono na zona marginal, ao redor da polpa branca, foi aumentada. Não foram observadas presença de necrose nas células irradiadas, mas houve, além da alteração na quantidade de macrófagos da zona marginal, alteração na capacidade de eliminação pelo baço.

Outros desdobramentos deste estudo ainda estão sendo aguardados a fim de se entender a fundo o mecanismo de alteração desta função fagocitária, o que pode ajudar no entendimento dos efeitos coletarias da radioterapia, visando formas de revertê-los ou atenuá-los. O acesso à publicação pode ser feito clicando aqui.

Olá, como podemos ajudar?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.