Nesse mês, o Instituto Mário Penna abraça a campanha do Agosto Branco. Com o tema “Dê um fôlego na sua saúde”, a instituição chama atenção para a prevenção e diagnóstico do câncer de pulmão.

Segundo Dr. Ellias Lima, médico oncologista do Instituto, o câncer de pulmão acomete cerca de 30 mil pessoas ao ano no Brasil, e é o tipo de câncer que mais mata no mundo.

SINTOMAS 

Em fases precoces, na maioria das vezes, o paciente não apresenta sintomas. Já nos estágios avançados, os sinais se iniciam a partir de tosse com presença ou não de sangue, cansaço, falta de ar e dor no tórax. Além disso, os sintomas podem se originar de algum ponto de metástase, com dores em outros locais. Também se apresentam com dores de cabeça e convulsões, em caso de metástase no cérebro.

“É um desafio muito grande diagnosticar os pacientes de câncer de pulmão no início, justamente pela ausência de sintomas”; relata Dr. Ellias.

DIAGNÓSTICO 

O diagnóstico é feito a partir de exames de imagens, como tomografias ou raio-x do tórax, quando o paciente apresenta algum sintoma. Após a suspeita é feita uma biópsia para confirmar o diagnóstico. Esse procedimento pode ser feito de duas formas: broncoscopia ou punção guiada por imagem. No primeiro caso, é realizada uma endoscopia respiratória dentro do pulmão. Já no segundo, o radiologista intervencionista punciona o lugar da lesão que foi localizado através da imagem. Esse material coletado é enviado ao Laboratório de Anatomia Patológica para a realização do diagnóstico definitivo.

TRATAMENTO  

“A maioria dos casos de câncer de pulmão é diagnosticada em uma fase avançada, na qual a cirurgia tem pouco impacto”; explica Dr. Ellias Lima. Entretanto, existem outros tratamentos que podem ser utilizados. A quimioterapia convencional, apesar dos diversos efeitos colaterais, pode ser usada em pacientes cirúrgicos ou não. Também é possível tratar através da radioterapia, mas é um método menos utilizado.

Em pacientes não cirúrgicos, os tratamentos via oral, chamados de drogas-alvo, são os mais utilizados. Nele, os medicamentos atacam apenas as células cancerígenas, sendo menos tóxicos para o corpo humano. A imunoterapia também pode gerar respostas positivas no tratamento do câncer de pulmão. Neste processo, o sistema imunológico do próprio paciente é usado para combater ou controlar o câncer.

“O avanço nas terapias contra o câncer de pulmão proporciona ao paciente uma sobrevida maior, as custas de menos efeitos colaterais durante o tratamento”; ressalta Dr. Ellias

PREVENÇÃO 

A principal medida de prevenção contra o câncer é a interrupção do hábito de fumar, já que cerca de 85% dos casos da doença estão relacionados ao tabagismo. Para pacientes que nunca fumaram, o risco de desenvolver a doença é bem menor do que aqueles que ainda fazem o uso de cigarros.

Como prevenção secundária é recomendada a realização de uma tomografia de tórax periódica para pessoas com mais de 55 anos e com uma carga de tabaco de mais de 25 anos.

EQUIPE  

O Instituto Mário Penna conta com 19 oncologistas, 4 cirurgiões torácicos e 10 médicos residentes especializados no câncer de pulmão. A equipe também conta com radioterapeutas, radioncologistas, pneumologistas e 2 médicos específicos para o ambulatório. Para complementar, o time multidisciplinar do Instituto também dá suporte aos pacientes durante o tratamento.

NÚMEROS MÁRIO PENNA EM 2021 

301 atendimentos de Pneumologia

1617 atendimentos de Cirurgia Torácica

Olá, como podemos ajudar?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.