Como sabemos, o Brasil usa cores para campanhas de conscientização das neoplasias mais prevalentes no país. O mês de dezembro foi colorido de laranja por sugestão da Sociedade Brasileira de Dermatologia para alertar para o câncer de pele, visto que é início do verão no hemisfério sul e essa cor é associada a esta época do ano.

Dezembro é o mês certo porque é nessa época que as pessoas acabam ficando mais expostas ao sol, que é o principal fator de risco para o câncer de pele.

Os cânceres de pele podem ser divididos em melanoma e não melanoma. Destes, os mais frequentes são o carcinoma basocelular e o carcinoma espinocelular – são menos agressivos, mas que podem causar lesões funcionais e estéticas. Já o melanoma cutâneo é menos incidente, afeta pessoas mais jovens, mas é mais grave e pode chegar a 5.670 mil casos novos por ano.

Pessoas de pele clara, idosas, com pintas e manchas, quem se expôs muito ao sol, e quem tem histórico de câncer de pele na família, estão mais propensos a desenvolver a doença.

Na população brasileira, o carcinoma basocelular é o tumor mais frequente e costuma apresentar áreas com protuberância, com borda mais elevada e cor mais avermelhada, com pequenos vasos de sangue. Já o carcinoma espinocelular tem como característica sinais com aparência endurecida ou um machucado, que não cicatriza.

O melanoma cutâneo é o mais raro e o mais grave de todos. Ele surge como uma pinta que com o tempo altera de cor e tamanho, podendo até sangrar. Em um estágio mais grave, o tumor pode gerar metástase nos órgãos e gânglios linfáticos.

Alerta

  • Ocorre principalmente nas áreas do corpo mais expostas ao sol.
  • Podem apresentar manchas na pele que coçam. ardem, descamam ou sangram.
  • Pintas ou sinais que mudam de cor, tamanho ou forma.
  • Feridas que não cicatrizam em quatro semanas.
  • Se suspeitar, procure seu dermatologista.

Prevenção

  • Evite exposição prolongada ao sol entre 10 e 16 horas.
  • Use proteção adequada como roupa, bonés ou chapéus, óculos escuros com proteção UV, sombrinhas e barracas.
  • Aplique protetor solar pelo menos meia hora antes da exposição.
  • Use também filtro solar próprio para lábios.

 

*Esta é uma publicação do médico oncologista do Instituto Mário Penna Dr. Marcos André Marques Portella.

 

Olá, como podemos ajudar?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.