O Dia Nacional de Atenção à Disfagia é no próximo sábado, dia 20 de março. Muitas pessoas não sabem o que é ou até mesmo confundem os sintomas. Pensando em alertar para a importância da data e tirar essas dúvidas, a equipe de fonoaudiologia e nutrição do Instituto Mário Penna realizaram uma blitz educativa nos setores assistenciais.

“A disfagia é uma alteração caracterizada pela dificuldade de engolir alimentos, líquidos ou saliva. É algo comum e que pode estar associado a diversas doenças, inclusive o câncer. Quando existe alguma alteração no processo de deglutição que pode acometer desde a entrada do alimento na boca até o estômago, identificamos um quadro de disfagia”; explica Raquel Fabiane Santos, Supervisora do Serviço de Fonoaudiologia.

Alguns sintomas que podem ser observados é o tempo prolongado do alimento na boca, ocorrência de tosse ou pigarro, falta de ar ou piora da respiração, saída de alimento pelo nariz, mudança na voz após a deglutição ou sensação de alimento parado. Apesar de não ser considerada uma doença, a disfagia pode levar a consequências graves, como pneumonias aspirativas, perda de peso, desnutrição e desidratação.

Raquel alerta sobre algumas dicas importantes para a prevenção da disfagia como: alimentar-se sempre sentado, em ritmo e velocidade seguros; evitar distrações enquanto se alimenta, ou seja, evitar conversar enquanto está comendo; manter atenção durante as refeições e de preferência em ambiente silencioso. “Se presenciar alguém engasgando, nunca ofereça água nem coloque o dedo na garganta da pessoa. Deixe-a tossir e, caso não observe melhora, se você não for treinado para realizar os primeiros socorros, procure rapidamente alguém habilitado”; reforça.

Por isso, se você perceber alguns desses sintomas, procure um fonoaudiólogo. Ele é o profissional habilitado a realizar avaliação da deglutição para identificar quais as alterações existentes e se há possibilidade de manter a alimentação pela boca de forma segura. Já o nutricionista realiza avaliação do estado nutricional e, em conjunto com o fonoaudiólogo, participa da indicação da melhor via alimentar para o paciente naquele momento, além de orientar a dieta adequada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar essas tags e atributos <abbr title = "HyperText Markup Language"> HTML </abbr>: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Olá, como podemos ajudar?