fbpx

Há 19 anos, o Instituto Mário Penna carrega não só a missão de atender com excelência os seus pacientes, mas também de formar médicos capacitados para atender de forma humanizada e com dedicação. O primeiro Programa de Residência Médica da instituição foi realizado em 2001, após ser aprovado pela Comissão Nacional de Residência, na especialidade de Clínica Médica.

De lá para cá, o Instituto também foi reconhecido e credenciado para formar novos médicos em outras 11 especialidades.

Pelo Corpo Clínico do Instituto Mário Penna, são capacitados médicos especialistas em Anestesiologia, Cancerologia Cirúrgica, Oncologia Clínica, Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Cirurgia Geral, Hematologia, Mastologia, Medicina Intensiva, Radioterapia e Urologia. O programa também possui o curso de formação em Ginecologia Oncológica.

Mais de 500 médicos residentes já se formaram no instituto. Os contemplados, são escolhidos através de um Processo de Seleção Unificado, disponível para inscrição no site aremg.org.br e no site do Instituto Mário Penna para aqueles que se interessarem pela residência em Ginecologia Oncológica. Em 2019, foram pelo menos 1.040 inscritos para as 11 modalidades disponíveis.

São 94 vagas oferecidas por ano. Destas, 45 são financiadas pela instituição. As outras 49 vagas, são oferecidas pelo Pró-Residência, um programa do Ministério da Saúde.

Para o Diretor Administrativo Marco Antônio Viana, o programa possibilita que o Instituto mantenha um atendimento adequado aos pacientes e melhora o prognóstico de quem é atendido na unidade de saúde. “Manter o programa de residência é uma prioridade para nós. Além de permitir a melhoria no atendimento ao paciente, é, também, uma oportunidade para que os médicos se formem em uma instituição tão renomada quando o Instituto Mário Penna”.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar essas tags e atributos <abbr title = "HyperText Markup Language"> HTML </abbr>: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Olá, como podemos ajudar?