Instituto Mário Penna e Luiza Barcelos levam campanha Outubro Rosa para colaboradores e clientes da loja

Parceira do Outubro Rosa Mário Penna já há dois anos, a marca Luiza Barcelos mostra que estar na moda é espalhar a prevenção. Com o tema ”Influencie Pessoas”, a campanha 2022 demonstra que qualquer um pode ser um agente de prevenção quando falamos de câncer de mama. A equipe de Humanização e Marketing visitou a matriz da loja para levar essa mensagem. Os mais de 300 colaboradores que estavam em um dia comum de trabalho viram isso de perto e receberam os materiais da campanha impressos, graças à parceria da Luiza Barcelos com o Outubro Rosa do Mário Penna deste ano.

“Quando a gente pensa em influenciar uma pessoa, é falar com a sua mãe, sua amiga, sua vizinha, sobre a importância de se cuidar, fazer o autoexame e a mamografia”; diz Gizelle Mesquita, Coordenadora de Humanização e Psicologia Hospitalar do Instituto Mário Penna.

Neste ano, a Luiza Barcelos patrocinou camisas da campanha para seus funcionários e distribuiu fitinhas para os clientes que comprassem na loja física. Durante a visita à fábrica, os colaboradores vestiam a camisa da campanha Outubro Rosa. Além disso, seguindo o tema da campanha, a loja ajudou a divulgar a prevenção através de influenciadores.

Ações como essa são de extrema importância para conscientizarmos mais mulheres acerca da prevenção e do diagnóstico precoce como os maiores aliados nessa causa. Hábitos saudáveis como, fazer atividades físicas regularmente, manter uma alimentação saudável, amamentar o máximo de tempo possível e estar com os exames em dia fazem parte da prevenção. Já o diagnóstico precoce pode aumentar as chances de cura em até 95%.

“Café com Ciência” aborda benefícios da inteligência artificial para o tratamento oncológico

O Instituto Mário Penna – Ensino, Pesquisa e Inovação promoveu, no dia 6 de outubro, a 5ª edição do Café com Ciência com o tema “Genes, dados e tecnologia juntos podem ajudar a medicina a vencer o câncer”. O evento, que aconteceu no MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, reuniu renomados nomes da pesquisa em uma discussão a respeito das tendências no diagnóstico e tratamento do câncer. A iniciativa contribui para a construção do conhecimento especializado na área da oncologia e representa a integração do corpo clínico multidisciplinar da instituição com a indústria e a comunidade científica.

O Café com Ciência é um difusor de práticas e estudos científicos realizados em Minas Gerais, no Brasil e no mundo. Nesta edição, o bate-papo foi mediado por Tadeu Moreira Perona, Gerente de Tecnologia da Informação no Instituto Mário Penna, e contou ainda com a presença de Matheus de Souza Gomes, Cientista de dados e Professor no Instituto de Biotecnologia, assim como Ricardo Cabral Santiago, que é Presidente do conselho na Grupo Rede de Cuidados de Saúde, além da Bióloga e Analista de Projetos Pleno na Varsomics, no Hospital Israelita Albert Einstein, Michele Araújo Pereira.

A temática abordada pelos três convidados trouxe ao público conhecimentos associados ao desenvolvimento da revolução tecnológica que transformará a oncologia – a “saúde 4.0”. O uso de novas tecnologias para melhorar a saúde foi um importantíssimo debate que ressaltou, principalmente, a possibilidade de sobrevida de pacientes com malignidades avançadas. A discussão também ressaltou a atenção aos fatores de risco hereditário como histórico de câncer, sobretudo quando em idade jovem.

A Inteligência Artificial (IA) é uma grade aliada da medicina oncológica. É por meio da dela que mundialmente são desenvolvidas estratégias personalizadas e o rastreamento para o diagnóstico precoce de doenças. A técnica auxilia na redução de riscos e no controle de tumores, bem como amplia as opções de tratamento com maiores chances de sucesso ao paciente. Márcio Sanches, Diretor do Instituto Mário Penna – Ensino, Pesquisa e Inovação destaca que ações científicas associadas às culturais, corroboram com o posicionamento estratégico da instituição como referência em oncologia em Minas Gerais.

Como parte da ação no Museu MM Gerdau, o público também conferiu um desfile de moda especial de 20 mulheres que já tiveram ou fazem tratamento  da doença no “maior de Minas no combate ao câncer”, as “Entrelaçadas”. O conceito do desfile foi inspirado nas pedras preciosas do Museu das Minas e dos Metais, ao associar o tratamento precoce do câncer com a lapidação (processo que pode transformar uma pedra bruta em uma preciosidade). A alusão a esse processo foi uma correlação, ainda que sem uma pretensão “romântica”, às etapas do tratamento do câncer – que no caso do tumor de mama podem representar uma chance de cura de 95% às pacientes, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA).

A arte, ciência e tecnologia em prol da saúde estão presentes no cotidiano humano e podem influenciar no estilo de vida da sociedade. A parceria com a instituição MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal teve como objetivo divulgar e democratizar a ciência e a cultura, levando ao domínio do grande público conceitos científicos, suas aplicações e possibilidades de pesquisas. No grande dia da ação o museu também presenteou todo o público mineiro, ao iluminar, em tons de rosa, o seu monumento que faz parte do “Circuito da Liberdade”, na Praça da Liberdade.

No mês referência da conscientização e prevenção do câncer de mama o MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal influencia a prevenção da doença por meio da arte e da cultura. Já as pacientes influenciam o autocuidado por meio de suas histórias de superação. Deste modo, os cientistas e pesquisadores influenciam toda uma sociedade a viver com mais esperança. Já o Instituto Mário Penna influencia você a procurar uma ajuda médica, sempre que preciso.

E você, o que faz para influenciar positivamente as pessoas? Seja um agente influenciador da prevenção neste “Outubro Rosa”.

Veja mais em:

https://youtu.be/qqsP4N5N3fc

Apoios e Agradecimentos:  

MM Gerdau | AstraZeneca | Pfizer | MSD |  Astellas | Bayer | BD | Bristol | FELUMA | Ilumina | Qiagen | Med Center | Novartis | Med Portal | Janssen | Ipsen | Biotech Town | Oncoh |

Verdemar e Léo Paixão oferecem atividade gastronômica para crianças com valor das inscrições revertidas ao Instituto Mário Penna

O Verdemar, Léo Paixão, Itambé e Mantiqueira se uniram para levar diversão à garotada na Semana das Crianças. Na tarde do dia 10 de outubro, os pequenos de 6 a 12 colocaram a “mão na massa” e prepararam deliciosos “Tartelettes de Frutas Vermelhas” junto com o embaixador do Verdemar, o chef Léo Paixão! Toda arrecadação de ingressos do evento foi destinada ao Instituto Mário Penna para ajudar no tratamento de pacientes oncológicos.

As crianças que participaram da ação receberam avental, chapéu de chef de cozinha e lancheira recheada de produtos Itambé e Mantiqueira para se sentirem verdadeiros chefs ao prepararem e decorarem os doces.

Nanda Botelho, de 12 anos, relatou como foi a atividade. “O Léo nos ensinou uma massa muito deliciosa. Nós montamos e decoramos quatro tortinhas e aprendemos várias coisas novas”. Além disso, ela ressaltou o propósito da parceria. “Foi muito importante, pois vamos ajudar as pessoas que não tem condições de pagar pelo tratamento de câncer”.

Além dessa ação, o Verdemar contribui com o Instituto Mário Penna sendo um Parceiro de Troco. Desde 2015, já foram arrecadados, aproximadamente, R$ 508 mil que foram 100% destinados ao tratamento dos pacientes oncológicos atendidos no Instituto.

 

Instituto Mário Penna realiza ação em parceria com Minas Mineração no Mineirão em jogo do Atlético

No último domingo, dia 9 de outubro, o Instituto Mário Penna em parceria com a Minas Mineração realizou mais uma ação do Outubro Rosa no jogo do Atlético Mineiro x Ceará no Mineirão. Neste ano, o tema da campanha é “Influencie Pessoas” e foram distribuídas fitinhas em tons diferentes de rosa para todos os torcedores, reforçando a missão de conscientização com informações sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce.

“Essa é uma ação muito bonita e relevante para todas as nossas mulheres, como uma forma de prevenir essa doença que, muitas vezes, é tão silenciosa. É muito bom poder vir ao estádio com meu filho pequeno e deixá-lo participar desse movimento tão especial desde novo; afirma Bráulio Magela, torcedor do Atlético.

Este ano, em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, a instituição ofereceu 2 mil mamografias gratuitas durante todo mês de outubro como uma forma de incentivar cada vez mais as mulheres a se cuidarem e prevenirem o câncer de mama. O diagnóstico precoce do câncer de mama apresenta uma chance de cura de 95%, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA).

É tempo de incentivar toda família e amigos através da influência e da atitude positiva para participar deste movimento do bem com o Mário Penna. Fique atento à nossa programação para garantir a sua fitinha no próximo jogo!

 

Pesquisa Translacional do Instituto Mário Penna recebe premiação Nacional em Genética

Os pesquisadores do Instituto Mário Penna – Ensino, Pesquisa e Inovação receberam a premiação de 2º melhor projeto no “XXXIII Congresso Brasileiro de Genética Médica (CBGM)”, com o artigo “Evaluation of miRNAs profile derived from circulating microvesicles as a prognostic tool in triple-negative breast cancer”. O evento destacou a importância da informação advinda dos testes genéticos e da genômica para um atendimento clínico de qualidade ao paciente com doenças genéticas, incluindo o câncer de mama. No XXXIII CBGM foram discutidos temas importantes como o diagnóstico genético e manejo clínico dos pacientes, bem como as perspectivas para o futuro e sessões especiais para a oncogenética.

O câncer de mama, tema da pesquisa premiada do Instituto, é o mais comum em mulheres no mundo. Dentre seus vários tipos, o triplo negativo (o mais agressivo câncer de mama) apresenta um desafio considerável por ter um prognóstico bastante desfavorável. O desenvolvimento de ferramentas menos invasivas para uso na rotina diagnóstica que possam direcionar o tratamento de maneira mais eficiente e rápida ainda é desejável. O estudo do Mário Penna busca identificar no sangue de pacientes voluntárias, atendidas pelo Instituto, o perfil de miRNAs (micro RNAs) derivados de microvesículas que possam estar relacionados ao desenvolvimento do câncer.

Os miRNAs são moléculas superinteressantes que regulam o funcionamento do corpo humano e possuem um grande potencial na luta contra o câncer. Letícia Braga, Gerente da Pesquisa Translacional, destaca que este prêmio é um marco, por reconhecer o trabalho que vem sendo desenvolvido no Mário Penna. “Nesse mês de outubro, onde todo o Instituto Mário Penna abraça a causa da importância da prevenção ao câncer de mama com a campanha do Outubro Rosa, os pesquisadores da instituição estão emprenhados em encontrar soluções eficientes para a sociedade e especialmente para aqueles que lutam contra o câncer.”

Os cientistas do “Ensino, Pesquisa e Inovação” conseguiram sequenciar e identificar um grupo de moléculas que possuem um padrão que pode estar intimamente relacionado com o desenvolvimento do câncer de mama triplo negativo. Este resultado é muito animador e fez com que os pesquisadores da unidade direcionem esforços para explorar melhor esses achados. Fábio Ribeiro Queiroz, primeiro autor do artigo premiado, Pesquisador do Mário Penna – Doutor em Ciências da Saúde, especializado em Biologia Molecular e Bioinformática – conclui que o reconhecimento nacional validado pelo Congresso, é uma oportunidade para que os pesquisadores ressaltarem a relevância dos resultados das pesquisas para a comunidade médica e cientifica, assim como traz novas e boas conexões, oportunidades de colaborações científicas e de novos negócio para o grupo do “Ensino, Pesquisa e Inovação”.

O próximo passo da Pesquisa Translacional do Instituto Mário Penna é desenvolver uma solução diagnóstica mais eficiente e menos invasiva, que permita ao médico ofertar ao paciente um tratamento mais personalizado e consequentemente, com maiores chances de sucesso. Todos esses estudos podem contribuir para que futuramente novas ferramentas de diagnósticos e novos tratamentos possam surgir para a melhoria desses dados que mostram que o câncer de mama ainda é a principal causa de morte por câncer na população feminina.

Na luta contra o câncer de mama , a maior aliada ainda é a prevenção . Por isso, fique atenta a alterações na mama e consulte, periodicamente, um médico especialista.

Autores do artigo: Fábio Ribeiro Queiroz, Thayse Batista Moreira, Ana Luiza de Freitas Magalhães Gomes, Angelo Borges de Melo Neto, Álvaro Percínio Costa, Wander de Jesus Jeremias, Matheus Gomes de Souza, Letícia da Conceição Braga, Paulo Guilherme de Oliveira Salles.

CRÉDITO DAS FOTOS: 

Fábio Ribeiro Queiroz | Primeiro autor do artigo premiado e Pesquisador do Instituto Mário Penna

Letícia Braga, Gerente da Pesquisa Translacional do Instituto Mário Penna | Fábio Ribeiro Queiroz, Primeiro autor do artigo premiado e Pesquisador do Instituto Mário Penna | Márcio Sanches, Diretor do Ensino, Pesquisa e Inovação do Instituto Mário Penna

Olá, como podemos ajudar?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.