Heróis Mário Penna – Adriana Silva

Os pacientes do Instituto Mário Penna nos inspiram todos os dias. São os verdadeiros heróis que encontram força e otimismo para enfrentar um tratamento oncológico. Conheça e comemore com os nossos Heróis cada etapa vencida, cada conquista alcançada. “Enquanto há vida, há esperança. Cada um tem a sua luta e o apoio da minha família, amigos e de toda a equipe do Instituto Mário Penna tem sido muito importante para que eu supere essa fase.”

Adriana dos Santos Silva, 41 anos – mãe de 3 filhos e paciente oncológica do Instituto Mário Penna

Exemplo de apoio e recuperação

Superação. Essa é a palavra que melhor traduz o caminho que Iara Francisca Rodrigues C. Cruz, paciente com Neurofibroma, do Hospital Luxemburgo, enfrenta. Mas, essa situação não é a que a define. Com um largo sorriso no rosto e uma felicidade inspiradora, sua coragem, força e fé são os pilares para superar a terceira cirurgia no pescoço para tirar um tumor e não se deixar abater. “Na hora me veio um frio. Chorei. Chorei muito. Depois pensei: agora já chorei demais. Não vou chorar mais. Vou correr atrás. (Me) tratar”, comenta.

Em 2011, Iara descobriu o primeiro nódulo ao tocar a nuca, depois de sentir a cabeça pesada. A sua primeira cirurgia foi em 2013 e a segunda em 2015, quando sentiu que o tumor havia voltando. Agora, em 2018, mais uma cirurgia.  Todas encaradas com a mesma força de sempre. “O apoio é o mais importante. A força da família e pessoas que nos põem para cima. Ter gente do lado, que nós podemos contar”, explica. “O cuidado e o carinho com os pacientes também são fundamentais para a recuperação”.

Para Iara, é essencial a atenção humanizada dos profissionais durante todo o tratamento, tanto antes quanto depois. “Eu vejo, até mesmo aqui no quarto, as médicas, enfermeiras e atendentes tratando cada paciente com um cuidado grande, com palavras carinhosas”, destaca. “Isso é muito bom para o paciente, porque a gente já está sensível por estar em um hospital e sentir esse carinho, ajuda demais”.

Enfermo não é aquela pessoa doente, é aquela que tem força para superar as adversidades. 11 de fevereiro, Dia do Enfermo.

Julho verde e o coral dos Laringectomizados

Durante Julho Verde, mês de conscientização sobre os cânceres de cabeça e pescoço, não poderíamos deixar de falar sobre o Coral dos Laringectomizados do Instituto Mário Penna, que é acompanhado por uma equipe multidisciplinar, com o apoio da Diretoria de Humanização do Instituto.  O grupo é formado por 12 integrantes, acompanhados por dois músicos voluntários, que ao teclado e saxofone engrossam o poderio musical do grupo.

Os integrantes do coral passaram por cirurgias para a retirada da laringe que afeta diversas de suas funções, conforme explica o médico e coordenador do Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Instituto Mário Penna, Lorenzo Testolin. “Os pacientes submetidos à laringectomia total sofrem uma desconexão da via aero-digestiva. Alimentam-se pela boca, mas respiram por um orifício, o traqueostoma, na região anterior do pescoço. Dessa forma, não conseguem mais falar de forma habitual”, disse.

Antônio Carlos da Silva, de 64 anos, passou pelo procedimento de laringectomia total. Após assistir a um vídeo da apresentação de um coral de laringectomizados de outro estado, Antônio Carlos, que é músico autodidata, sugeriu a criação do coral no Instituto. A iniciativa tornou um estímulo para vencer as dificuldades: “O coral modificou tudo em minha vida, é onde sinto prazer de estar, me sinto seguro e alegre, sinto mais vida”, afirma.

Entenda a Laringectomia

 

Após a Laringectomia Total há uma alteração dos mecanismos de condução do ar até os pulmões. Na respiração do laringectomizado total o ar entra pelo traqueostoma, que é um orifício feito por cirurgia no pescoço. Na expiração, o ar sai dos pulmões e passa novamente pelo traqueostoma.

Assim, na respiração do laringectomizado total não há passagem de ar pela boca, o que torna independente a via digestiva (por onde passa a comida) das vias respiratórias (por onde passa o ar).

A laringectomia total acarreta a perda da voz laríngea. Contudo, isto não significa a perda da fala ou da linguagem. A reabilitação vocal é possível através da voz esofágica, que substitui a voz laríngea usando a via digestiva para produzir o som, ou através da utilização de próteses fonatórias.

Alegria que traz a força para combater o câncer

Sem perder o sorriso no rosto e a alegria contagiante, como de quem carrega na alma uma leveza, Carmem Santos Cruz conta, tranquilamente, durante uma sessão de quimioterapia, sobre a descoberta do câncer colorretal e de mais seis nódulos no pulmão.

Ela descobriu a doença em 2017, quando começou a sentir muita dor na região da barriga e ter sangramentos anais. Diante desses sintomas, Carmem buscou um diagnóstico concreto, durante aproximadamente seis meses, até que o recebeu no Hospital Luxemburgo. “Fui instruída que procurasse logo o tratamento nesse hospital. Ele (o médico) me disse que tinha 90% de chance de cura, que sairia de lá curada”, comenta Carmem.

Atualmente, ela faz o tratamento de quimioterapia, aguarda o agendamento da cirurgia e já se sente muito melhor. “Esse hospital é um pedacinho do céu. Todos são muitos cuidadosos. Agradeço a atenção de todos que estiveram comigo desde o início, pessoal da recepção, cada um dos médicos, enfermeiros, enfim, a todos. Fui muito bem recebida, me arrancaram sorrisos”, destaca. “Já me sinto curada, viva! Cheguei aqui não aguentando nada”.

Olá, como podemos ajudar?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.