Instituto Mário Penna reabre Medicina Nuclear com serviço próprio para pacientes do SUS e da Saúde Suplementar

O Instituto Mário Penna sai, mais uma vez na frente, quando o assunto é o desenvolvimento tecnológico para proporcionar melhorias aos pacientes que atende. Desde a última semana, o Hospital Luxemburgo (uma das unidades da instituição) reinaugurou o serviço de Medicina Nuclear, passando a contar com um setor próprio, oferecendo exames diferenciados, com tecnologia de ponta, aparelhos modernos e que são encontrados em poucos hospitais e clínicas de Minas Gerais. É importante ressaltar que o departamento atende pacientes do SUS e, também, da Saúde Suplementar, conseguindo ofertar atendimentos a um número maior de pessoas, já que os exames realizados são bem específicos.

Esse é mais um compromisso firmado com êxito e apoio junto à Secretaria Municipal de Saúde. “Antes de tudo, é necessário reconhecer que o Hospital Luxemburgo é uma referência no tratamento oncológico no município e no estado de Minas Gerais. O período em que o serviço de Medicina Nuclear não foi oferecido pela instituição, resultou em represamento dos atendimentos dos pacientes que necessitavam desta terapia, gerando preocupação aos gestores municipais e nos demais atores que prezam pela saúde dos usuários do SUS. Graças à tenacidade da diretoria da instituição, que envidou todos os esforços para reativação do serviço e sua parceria incondicional com a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, foi possível a reabertura do serviço que atende pacientes do município e de centenas de municípios menores que têm pactuação com a capital para este tipo de atendimento. Isso traz tranquilidade e segurança aos usuários do SUS, garantindo novamente àqueles que necessitam destas terapias a integralidade da assistência oncológica digna e resolutiva; ressalta Christine Ferretti Santiago, Diretoria de Regulação de Média e Alta Complexidade em Saúde de Belo Horizonte.

A coordenação da Medicina Nuclear é do experiente Dr. Adelanir Antônio Barroso, que tem todo o suporte de uma competente e especializada equipe preparada e certificada para atuar nessa área.

Ele explica que a Medicina Nuclear para ter o funcionamento permitido pelos órgãos competentes, exige que se tenha na equipe um médico nuclear enquanto houver atividade no setor. “Nós temos dois médicos nucleares (eu e a Dra. Marta de Oliveira Resende), dois supervisores de proteção radiológica na área de medicina nuclear, dois responsáveis técnicos (um titular e um reserva), uma biomédica, uma técnica de enfermagem e uma supervisora de enfermagem especializada na área. Contamos ainda com três físicos médicos”.

Segundo Dr. José Mourão Neto, Diretor Técnico Assistencial do Instituto Mário Penna, a Medicina Nuclear engloba o atendimento não só dos pacientes oncológicos, mas de diversas especialidades. Segundo o médico, o setor tem alguns diferenciais relevantes, sendo alguns deles:

  • Gama Câmara, onde são realizados exames de cintilografia (pulmonar, cardíaca, óssea etc.). Ela serve para a investigações de doenças diversas, além do câncer.
  • PET-CT: Um dos aparelhos mais modernos para o diagnóstico do câncer e pouco encontrado em Minas Gerais, adquirido pela instituição através do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON), subsidiado pelo Governo Federal, com o apoio de empresas privadas parceiras. Essa tecnologia não invasiva proporciona imagens de precisão e uma análise minuciosa do corpo humano que contribui para a detecção de doenças como o câncer, contribuindo para o diagnóstico precoce e para o planejamento de um tratamento mais eficiente. Dentro deste mesmo aparelho existe o PET Scan, que é um exame de diagnóstico por imagem que quando realizado em conjunto é muito eficiente na detecção de cânceres, doenças do coração e problemas neurológicos.
  • Radioiodoterapia: é uma terapia para o tratamento de doenças. Consiste no uso do iodo, que é um átomo emissor de partículas beta para o tratamento de tumores da glândula tireoide e suas metástases. Temos um quarto terapêutico destinado, exclusivamente, para atender pacientes que fazem esse procedimento.
  • Radioisótopo: A terapia com radioisótopos, também conhecida como terapia molecular dirigida por radionuclídeo ou radioterapia molecular, envolve a utilização de um composto de droga radioativa chamado radio fármaco, que busca e destrói as células cancerígenas. É uma terapia indicada para câncer de próstata e tumores neuroendócrinos (pâncreas, intestino, dentre outros).

“Tenho muita satisfação em trabalhar em uma instituição assistencial que atende os menos favorecidos pelo SUS e que está ampliando os seus horizontes para fazer um atendimento global envolvendo a saúde suplementar, assim como acontece nas melhores e mais conceituadas instituições de saúde de todo país. É um grande marco para o Instituto Mário Penna; conclui.

Para fazer o agendamento pela Saúde Suplementar, basta entrar em contato pelo 3349-1212.

Instituto Mário Penna ganha destaque na Mesa Diretora do Conselho Municipal do Idoso em Belo Horizonte

No dia 1º de setembro, Juliana Alves Ferreira, Gerente de Projetos Institucionais no Instituto Mário Penna, foi eleita Vice-Presidente do Conselho Municipal do Idoso em Belo Horizonte, como representante da Sociedade Civil. A eleição foi realizada mediante a votação dos Conselheiros titulares, e foram eleitos os mais votados presentes.

O Conselho Municipal do Idoso é um órgão colegiado de caráter permanente, paritário e deliberativo, vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania – SMASAC, que tem por finalidade elaborar as diretrizes para a formulação e a implementação da Política Municipal do Idoso, observadas as linhas de ação e as diretrizes estabelecidas nas legislações federal, estadual e municipal disciplinadoras da matéria, bem como acompanhar, avaliar e fiscalizar a sua execução.

“Fiquei muito honrada de ter sido eleita Vice-Presidente do Conselho Municipal do Idoso/BH como representante da Sociedade Civil. Acredito que esta jornada será de grande responsabilidade, considerando que em Belo Horizonte tem aproximadamente 500 mil habitantes acima de 60 anos. Teremos imensos desafios pela frente na promoção e defesa dos direitos da pessoa idosa em todas as esferas”; afirma Juliana.

Cerca de 80% dos pacientes em tratamento no Mário Penna são idosos e esta participação efetiva na Mesa Diretora irá elevar a representatividade e a excelência da instituição no cuidado prolongado e humanizado aos pacientes idosos. Este é um passo importante para consolidar todo trabalho que vem sendo desenvolvido há mais de 51 anos com muita seriedade e responsabilidade.

Instituto Mário Penna reforça importância da doação de órgãos para salvar vidas

O Dia Mundial do Doador de órgãos é uma data muito significativa para o Mário Penna, pois sabemos que esse gesto de amor e solidariedade salva muitas vidas que aguardam uma chance de cura através da doação. O Brasil possui o maior programa público de transplante de órgãos, tecidos e células do mundo, que é garantido a toda população por meio do SUS, responsável pelo financiamento de cerca de 95% dos transplantes do país.

Contudo, apesar do grande volume de cirurgias realizadas, a quantidade de pessoas aguardando a lista de espera para receber um transplante é grande, necessitando a urgência de uma maior conscientização da população acerca do tema. A doação de órgãos é um ato de amor, no qual podem ser doadas partes do corpo para serem utilizados no tratamento de outra pessoa, com a finalidade de reestabelecer as funções de um órgão ou tecido doente. Na grande maioria das vezes, o transplante pode ser a única esperança de vida para milhares de pacientes.

No Instituto Mário Penna, não são realizadas as cirurgias de transplante. Contudo, dispomos de uma Comissão intra-hospitalar de doação de órgãos e tecidos. Quando é identificada a possibilidade de doação de órgãos, após a autorização e consentimento da família, a equipe realiza a comunicação ao MG Transplantes, responsável pela captação dos órgãos viáveis em Minas Gerais. José Mourão Neto, Diretor Técnico Assistencial do Mário Penna, reforça a representatividade da data. “A doação é um ato muito importante, pois pode salvar vidas. De um doador é possível obter vários órgãos e tecidos para realização do transplante, portanto inúmeras pessoas podem ser beneficiadas mutuamente de um mesmo doador e isso faz muita diferença.”

Neste dia, fazemos um convite especial: seja um doador e multiplique vidas junto com o Mário Penna.

Vem aí o Outubro Rosa: Instituto Mário Penna vai ofertar 2 mil mamografias gratuitas

O Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama, está chegando e o Instituto Mário Penna já preparou uma campanha bem especial, assim como acontece todos anos. As ações virão com grande apelo para a influência pessoal e levará a mensagem da importância de realizar exames preventivos ao máximo de mulheres. Por isso, o Instituto Mário Penna, em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, está oferecendo 2 mil mamografias gratuitas durante todo o mês de outubro.

Os exames poderão ser realizados por mulheres que tenham idades entre 50 e 69 anos, e que não tenham realizado a mamografia no último ano. O agendamento já pode ser feito a partir desta segunda-feira, dia 26 de setembro, pelo telefone 3349-1212, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h; e aos sábados, das 7h às 18h.

As colaboradoras da instituição que também pertencem a essa faixa etária e atendem aos critérios poderão realizar o exame também pelo Plano da Unimed, sem a cobrança da coparticipação. As interessadas devem informar ao gestor, que providenciará a marcação.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o diagnóstico precoce do câncer de mama significa chance de cura de 95%. Em 2020, foram realizadas 8.264 mamografias no Mário Penna, em 2021 foram 10.892 e queremos que esse número tenha um aumento significativo em 2022.

Segundo Dra. Kerstin Kapp, mastologista do Instituto Mário Penna, a mamografia deve ser realizada anualmente por mulheres na faixa etária indicada pelo Ministério da Saúde, Sociedade Brasileira de Mastologia e Sociedade Brasileira de Radiologia, a fim de possibilitar o diagnóstico da doença em sua fase mais inicial. “A mamografia periódica em mulheres sem sintomas aumenta o número de diagnósticos iniciais e, como isso, reduz o número de mortes causadas pela doença. Estudos robustos realizados na Europa e nos Estados Unidos consolidaram a indicação da mamografia periódica para redução da mortalidade pelo câncer de mama em até 40%. O tamanho do tumor está diretamente relacionado ao prognóstico. Quanto menor o tumor, menor a chance das células terem saído da mama em direção ao restante do corpo humano, quando se instalam as chamadas metástases, responsáveis pela mortalidade pela doença”; explica.

Seja um influenciador e ajude a divulgar a prevenção do câncer de mama. Você pode ajudar a salvar vidas.

 

Instituto Mário Penna promove conscientização no Dia Mundial do Pulmão

O Dia do Pulmão é uma data importante para o Instituto Mário Penna, uma vez que o cuidado é um grande aliado no combate contra o câncer e ajuda a evitar doenças pulmonares, que podem piorar a qualidade de vida e sintomas como falta de ar, dor no peito, dentre outros sintomas.

Os cigarros são responsáveis por inúmeras doenças, seja nos pulmões ou em outros órgãos, pois a fumaça inalada inflama e machuca os pulmões. As vacinas que previnem pneumonia e gripe, por exemplo, podem evitar casos de pneumonia graves. Além disso, é muito importante conversar com seu médico sobre qual vacina e quando deve ser administrada, especialmente para aqueles que já tem doença pulmonar diagnosticada. Por fim, ar puro e exercício físico ajudam os pulmões a se manterem funcionando bem e auxiliando os outros órgãos que serão regularmente exigidos.

No Mário Penna são realizados atendimentos como fisioterapia respiratória ao longo da internação, nutrição hospitalar e ambulatorial, atendimento multidisciplinar com cirurgia torácica e em ambulatório. Uma equipe clínica médica composta por cirurgia torácica, oncologia e hematologia também são especialidades importantes no manejo e cuidado com a prevenção do câncer de pulmão. Com uma orientação eficaz aos pacientes, é possível reduzir e prevenir a doença.

A pneumologista Dra. Silva Lunardi Rocha reforça a importância dos alertas que podem evitar várias doenças pulmonares. “Cuidados básicos como praticar atividade física, parar de fumar, manter um ambiente arejado e proteger os pulmões com vacinação, são imprescindíveis para manter os pulmões saudáveis e fortes.”

Lembre-se sempre: cuide da sua saúde e fique atento aos sinais!

Olá, como podemos ajudar?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.