Instituto Mário Penna – Ensino, Pesquisa e Inovação lança plano de ensino 2023 para a indústria

Na última quarta-feira, 14 de setembro de 2022, a nova unidade de Ensino, Pesquisa e Inovação lançou a proposta de Plano de Ensino de 2023 do Instituto Mário Penna. O evento na capital mineira teve o apoio do Cineart Multiplex do Ponteio Lar Shopping e contou com a presença de diversos representantes de mais de 15 indústrias farmacêuticas do país.

A ação foi marcada por uma sessão de cinema, com a apresentação exclusiva do Vídeo Institucional do Mário Penna, além da apresentação do Diretor da unidade, Dr. Márcio Sanches, que na ocasião divulgou quatro novas propostas do setor de ensino para o ano de 2023 na instituição. O objetivo do evento foi ressaltar o posicionamento estratégico da nova unidade na capacitação de profissionais médicos e multidisciplinares na área oncológica.

A escolha da indústria para o lançamento do projeto de 2023, dá-se pelas parcerias de negócios que movimentaram o setor do Ensino Mário Penna neste ano. A colaboração instituição-empresa traz diversos benefícios para a comunidade acadêmica e a todo o ecossistema de saúde, no estado de Minas Gerais, bem como insere o Instituto na vanguarda da produção de conhecimento oncológico no país. Márcio Sanches ressaltou que o ano de 2022 vem trazendo muitos resultados positivos ao Instituto Mário Penna – Ensino, Pesquisa e Inovação. Para o médico e Diretor, a nova unidade compreende o apoio fundamental das Indústrias e das empresas que fazem parte deste projeto. “O Ensino tem uma expectativa de fazer um ano de 2023 ainda maior, que mobilize toda a comunidade científica, a comunidade médica, bem como a área da saúde como um todo”, afirma.

O conjunto de atividades previstas para o ano de 2023 comtempla mais de 174 ações de ensino, com uma grade científica regular que abarca desde a residência médica a discussões de casos, seminários de capacitação, além do lançamento da revista científica da instituição, a “Mário Penna Journal – Molecular and Clinical Cancer Research”. O Plano de Ensino de 2023 passa a envolver a Oncologia Clínica, bem como a Hematologia e as demais especialidades oncológicas do Instituto Mário Penna. Para tanto, será dado início aos encontros da Clínica Médica com foco em Cuidados Paliativos, por meio do projeto “UTI Convida”, que será uma reunião entre a equipe de Medicina Intensiva do Hospital Luxemburgo e demais especialidades médicas e multiprofissionais.

Grandes projetos virão, certificando que a inovação e conhecimento fazem a diferença!

O ano de 2022 do Ensino Mário Penna

O Ensino do Instituto Mário Penna encerra o primeiro semestre de 2022 com o cumprimento efetivo de sua agenda. O departamento que é sinônimo de compromisso acadêmico com os alunos, residentes e mantenedores faz parte da nova unidade Instituto Mário Penna – Ensino, Pesquisa e Inovação. Em quatro meses foram 37 reuniões científicas, sendo 20 projetos Tumor Boards, 12 Simpósios Diálogos, 3 ações do Café com Ciência e 2 Treinamentos Institucionais. Ao todo, mais de 1.000 pessoas foram capacitadas através desses eventos que reúnem o Corpo Clínico, a equipe multidisciplinar, pesquisadores, parceiros da indústria farmacêutica, instituições de ensino e da saúde.

Como parte do plano de ensino de 2022, em agosto a plataforma de treinamentos Medportal, que é líder em educação digital corporativa no setor de saúde, foi lançada ao Corpo Clínico da Instituição. Neste ensino à distância são disponibilizados todos os eventos promovidos até hoje pelo IEPI Mário Penna, assim como as aulas do Grupo de Discussão da equipe de Oncologia Clínica. A plataforma também disponibiliza conteúdos digitais prontos, baseados nos princípios da andragogia e microlearning. Isso significa que os assuntos são voltados à educação de adultos, em aulas objetivas e de curta duração, com o objetivo de desenvolver habilidades e conhecimento a curto e longo prazo.
A biblioteca virtual de videoaulas do Instituto Mário Penna conta com um acervo com mais de 150 treinamentos, categorizados e separados conforme o público, voltados tanto para profissionais de saúde, como também para os da área administrativa de um ambiente hospitalar. Tatiana Dias Furtado, Coordenadora de Ensino, ressalta que o ambiente virtual proporciona ao usuário um acesso assíncrono, conforme a sua disponibilidade, para o aprendizado. Esse foi mais um passo do Ensino, Pesquisa e Inovação, em busca da excelência em suas atividades, afirma a coordenadora.

Para o segundo semestre deste ano são esperados mais 60 eventos, que incluem também uma nova modalidade, o Journal Club, que é uma reunião para discussão de artigos científicos. Outra novidade é a primeira edição do Congresso de Especialidades Oncológicas que irá acontecer no Teatro da Fundação Educacional Lucas Machado (FELUMA), no próximo dia 08 de dezembro. Vale destacar também que dos meses de setembro a dezembro ainda serão realizados dois “Café com Ciência”, com uma última edição no dia 19 de novembro, em Ouro Preto/MG, no anexo I do Museu da Inconfidência. O evento trará profissionais renomados da área de pesquisa e assistência oncológica, garantindo a qualidade e o alto padrão nas discussões.

 

Instituto Mário Penna reforça conscientização sobre linfomas

No dia 15 de Setembro é celebrado o Dia Mundial da Conscientização sobre Linfomas e o Mário Penna se junta nessa causa para contribuir com informações sobre a campanha.

Os linfomas são um tipo de câncer que se originam das células de defesa do corpo humano, os linfócitos. A doença surge quando eles sofrem uma mutação e se multiplicam de forma descontrolada, principalmente dentro dos gânglios, fazendo com que eles aumentem de tamanho. É possível ainda que essa proliferação se estenda para outros órgãos não relacionados ao sistema linfático como pele, pulmão e sistema nervoso. “Eles são classicamente divididos em Linfoma de Hodgkin e Linfomas não Hodgkin, mas dentro desses grupos, existem subtipos com características diferentes. Atualmente são reconhecidos mais de 40 tipos de linfomas, com prognóstico e tratamento diferentes”; explica Dr. Frederico Nogueira, Hematologista do Instituto Mário Penna.

SINTOMAS

  • Presença de um linfonodo aumentado de tamanho, também chamado de íngua;
  • Sudorese excessiva noturna;
  • Perda de peso;
  • Anemia;
  • Redução das células do sangue;
  • Aumento do baço e do fígado.

O tratamento depende do tipo de linfoma e, geralmente, é composto por quimioterapia, mas a radioterapia também pode ser utilizada.

O Instituto Mário Penna oferece os dois tratamentos, além de todos os procedimentos necessários para diagnóstico da doença, incluindo biópsia, exames de imagem, e em alguns casos, transplante autólogo de medula óssea. Os pacientes são acompanhados pela equipe de hematologia ambulatorialmente ou durante as internações necessárias.

“O dia de conscientização sobre linfomas é uma oportunidade para que as pessoas aprendam que os linfomas são tumores que se desenvolvem a partir dos gânglios linfáticos e que possuem tratamento. É importante reconhecer os sintomas, principalmente o aumento do linfonodo e procurar um médico para avaliação”; ressalta Dr. Dr. Frederico Nogueira.

“Ensino, Pesquisa e Inovação” destaca importância do mapeamento genético dos brasileiros

Você sabia que “genoma” é a informação genética do que somos e, até de como deveremos ser no futuro? É por meio do estudo deste mapeamento que é possível saber como vamos envelhecer ou que doenças podemos desenvolver. Trata-se de toda a informação hereditária registrada no DNA (molécula que carrega toda a informação genética de um organismo) e que, a partir dela, cada indivíduo adquire suas particularidades, ou seja, suas características individuais. Com o mapeamento genômico podemos afirmar que cada pessoa é única e que reage de maneira diferente aos tratamentos terapêuticos.

Por meio da genômica também é possível encontrar grupos de pessoas que possuam características em comum, semelhantes o suficiente para serem agrupadas. Com o estudo dessas semelhanças é que se desenvolve estratégias de diagnóstico e tratamento exclusivos, ou seja, para uma medicina personalizada. Entretanto, é importante ressaltar que uma mesma doença pode acometer pessoas no mundo todo, como é o caso do câncer, e ainda assim possuir diferenças marcantes em nível genético entre indivíduos de diferentes localidades. Sendo assim, estratégias utilizadas, por exemplo na Europa, Estados Unidos, China ou África, podem não funcionar na população brasileira.

Visando um sequenciamento completo do DNA dos organismos brasileiros que o Ministério da Saúde, em colaboração com o Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (InCor/HCFMUSP), assim como com o Banco Nacional de Tumores e DNA do INCA-RJ e outros parceiros, vem desenvolvendo o projeto: Mapa Genoma Brasil – Medicina de precisão em oncologia e cardiologia no SUS. O estudo pretende identificar as codificações genéticas de aproximadamente 384 pacientes com câncer de mama, colorretal e próstata, doenças com alta incidência na população brasileira.

Essa implementação estratégica de gestão populacional em câncer, no Instituto Nacional de Câncer (INCA), dá-se por meio de seu Banco Nacional de Tumores. A iniciativa é fundamental para que tratamentos personalizados sejam adotados no âmbito do SUS no Brasil e, consequentemente, tragam maiores taxas de sucesso nas abordagens medicamentosas. Seguindo essa vanguarda de uma proposta de pesquisas que contribue para o desenvolvimento de terapias cada vez mais eficazes, assim como em estratégias de prevenção, é importante ressaltar a criação do Biobanco do instituto Mário Penna.

No último mês, a equipe do instituto esteve no INCA para destacar a importância do único Biobanco em um hospital filantrópico no estado de Minas Gerais. É por meio da nova unidade de Ensino, Pesquisa e Inovação, a espelho do que é proposto em pesquisas mundiais, que o Mário Penna passa a ser um dos principais atores na geração de conhecimento no país. Além disso, na instituição os pesquisadores do Instituto Mário Penna – Ensino, Pesquisa e Inovação têm dedicado esforços em contribuir com estudos no campo da ciência que estuda os genomas.

Com projetos, voltados para o cuidado da saúde da mulher, a nova unidade realiza o sequenciamento de DNA das pacientes com câncer de colo de útero, ovário e mama. A pesquisa busca identificar as particularidades genéticas das pacientes atendidas no Hospital Luxemburgo e que aceitaram ser voluntárias neste atendimento. Para Fábio Ribeiro Queiroz, pesquisador da unidade, um mapa genético da população brasileira pode identificar as particularidades dos brasileiros. “As estratégias do sequenciamento realizado visa identificar, com exatidão, o que difere geneticamente uma paciente da outra, assim como possibilitar o desenvolvimento tecnológico e inovador de um tratamento mais assertivo no Sistema Único de Saúde (SUS)”.

Texto com informações de: Fábio Ribeiro Queiroz | Pesquisador e Biólogo, Doutor em Ciências da Saúde pela Fiocruz – Instituto René Rachou. 

Setembro Amarelo: Instituto Mário Penna abraça campanha com alerta para a prevenção ao suicídio

O Setembro Amarelo é dedicado à prevenção do suicídio. A campanha do Instituto Mário Penna tem como tema: “Escute. Converse. Ajude. Posso fazer algo por você?”.  Após o início da pandemia da Covid, devido ao medo do novo e do isolamento, as perdas em todas as áreas e com as mortes vivenciadas, aumentou-se o número de adoecimento mental e, consequentemente, também o número de tentativas de autoextermínio. “Pensamos em uma campanha voltada para o olhar dos nossos colaboradores: um olhar empático, sem julgamentos e humanizado, onde tentaremos orientar sobre como identificar fatores de risco e de prevenção, informar como ajudar um colega ou mesmo um familiar, onde buscar ajuda e engajarmos todos nessa causa para diminuir o sofrimento psíquico e a taxa de suicídio”; conta Gizelle Mesquita, Coordenadora de Humanização e Psicologia Hospitalar.

Ela explica ainda que as razões podem ser bem diferentes, mas muita gente já pensou em suicídio. “Por isso, o Mário Penna alerta sobre a importância de ouvir o outro, com o intuito de combater, prevenir e conscientizar seus colaboradores e a sociedade de um modo geral sobre o tema”.

CONHEÇA OS SINAIS DE ALERTA E SAIBA COMO AJUDAR

Tristeza intensa por vários dias

Falta de interesse e planos futuros

Isolamento social

Fadiga emocional, níveis de stress e ansiedade

Tentativas prévias e histórico familiar de suicídio

Avisos como “A vida não vale a pena”, “Estou tão sozinho que queria morrer” ou “Você vai sentir minha falta”

COMO EU POSSO AJUDAR ALGUÉM EM RISCO?

  • Encontre um momento apropriado e um lugar calmo para conversar com essa pessoa.
  • Deixe-a saber que você está lá para ouvir, ouça-a com a mente aberta e ofereça seu apoio.
  • Incentive a pessoa a procurar ajuda de profissionais da saúde mental. Ofereça-se para acompanhá-la a um atendimento.
  • Se você acha que essa pessoa está em perigo imediato, não a deixe sozinha.
  • Fique em alerta para acompanhar como a pessoa está passando e se mantém o comportamento de risco.

Durante o mês, várias ações serão realizadas pelo setor de Humanização do Instituto Mário Penna. A programação conta com palestras, blitz de conscientização e um bate-papo sobre o assunto com os colaboradores.

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 12 mil suicídios são registrados todos os anos no Brasil e mais de 1 milhão no mundo. Se precisar, peça ajuda! Ligue 188 – Centro de Valorização da Vida.

 

Instituto Mário Penna regulariza pagamentos com corpo clínico deixados de gestões anteriores

O Instituto Mário Penna regularizou o déficit de mais de R$ 6 milhões em dívidas com o corpo clínico herdadas das últimas gestões, graças ao suporte de uma imensa rede de parceiros, colaboradores, e principalmente, do empenho da nova diretoria, que em setembro de 2019 recebeu a instituição em um cenário desafiador e crítico, prestes a fechar as portas para milhares de pacientes oncológicos de Minas Gerais. Em 2021 foi realizado o pagamento de mais de R$ 2 milhões e o restante foi quitado neste ano de 2022, sendo a última parcela paga nesse mês de agosto.

Foi implantado um novo modelo de gestão com a criação de um plano de recuperação financeiro, assistencial e de credibilidade do Instituto. “Assumimos a gestão com o desafio e o compromisso de continuarmos sendo a principal referência em tratamentos oncológicos no Estado. Com o esforço de gestão, colocamos os pagamentos da equipe de médicos como o principal desafio para saneamento das dívidas, avançamos e hoje somos o responsável por realizar o maior número de cirurgias oncológicas, sessões de radioterapia e quimioterapia. Nosso compromisso com a sociedade foi o combustível para trabalharmos de maneira incansável e dar continuidade ao atendimento diferenciado e humanizado que sempre fez parte da nossa história”; ressalta Marco Antônio Viana Leite, Diretor-Presidente do Instituto Mário Penna.

“A dívida renegociada foi totalmente quitada e não houve quaisquer atrasos em relação aos pagamentos, o que foi muito importante para a credibilidade das partes. Deve ser salientado que a direção atual sempre honrou os pagamentos dos serviços prestados. Os pagamentos ocorreram em dia, de forma regular e pontualmente, o que dá segurança para os médicos e contribui muito para um bom ambiente de trabalho. É uma parceria sólida e séria, que traz benefícios para o Instituto Mário Penna e para todos os envolvidos, particularmente os nossos pacientes; diz Dr. Paulo Guilherme, Médico Patologista.”

Foto: Mperez

Ellias Lima, médico oncologista e Diretor-Presidente da Cooperativa Médica (Oncoop) reforça o empenho da instituição na regularização dos pagamentos em atraso, mesmo não sendo causada pela atual diretoria, e fala da importância disso para a categoria. “A Cooperativa teve um período de bastante dificuldade financeira em 2018 e isso desestabilizou todos nós. No entanto, todos os cooperados continuaram trabalhando, não suspendemos nenhum atendimento na esperança de que a nova diretoria conseguiria resolver esse impasse. E foi o que aconteceu. Desde 2020 tudo começou a se regularizar, negociamos a dívida e, então, os pagamentos começaram a ser realizados regularmente, sem atrasos. Isso foi muito importante porque possibilitou que a Oncoop voltasse a fechar com balanço positivo a partir de 2021, o que não ocorria há 5 anos. A gente só tem a agradecer a parceria que a Oncoop tem com a Diretoria do Mário Penna. Nós estamos de braços abertos para sempre sentar e resolver os problemas da instituição de forma positiva para todos porque sabemos da seriedade de ambas as partes”.

José Mourão Neto, Diretor Técnico Assistencial do Mário Penna, diz que a parceria do corpo clínico foi essencial para o sucesso dessa importante conquista que foi de grande valia para todos. “Agradeço em nome de toda a Diretoria a compreensão, parceria e flexibilidade do corpo clínico, que nos apoiou neste período difícil e não deixou de acreditar que retornaríamos mais fortes e prontos para expandir todo trabalho desenvolvido no Instituto”.

Olá, como podemos ajudar?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.