fbpx

O boletim informativo da Comissão Municipal de Oncologia, divulgado em janeiro, impressiona pelo resultado da atuação do Instituto Mário Penna como destaque em diversos setores da oncologia no Estado.

Além de ter realizado o maior número de cirurgias oncológicas em Minas Gerais, o instituto se destacou como a unidade de maior oferta e demanda nas especialidades cirúrgicas oncológicas e se posicionou como a unidade que mais demanda e oferta especialidades clínicas quando o assunto é o tratamento ao câncer.

O Instituto Mário Penna também realizou o maior número de cirurgias urológicas e de cabeça e pescoço em Belo Horizonte. Foram mais de 40% do total de procedimentos feitos no Estado.

Para o Urologista do Instituto Mário Penna, Alexandre Menezes, o resultado comprova a excelência do setor na unidade de saúde. “Independente do grande volume de atendimento que nós temos, a equipe vem desenvolvendo trabalhos que resultam em ótimos resultados nas cirurgias e no tratamento ao câncer, o que só comprova os motivos pelos quais viramos referência dentre os serviços no setor público.  Os resultados também refletem todo o compromisso da equipe que se sempre se aperfeiçoa com cirurgias laparoscópicas e minimamente invasivas”, explicou.

O Instituto Mário Penna também alcançou o 1º e o 2º lugar em diversos procedimentos oferecidos, como mastologia, cirurgia geral, ginecologia, cirurgia torácica, e se firmou como o centro de saúde que mais realiza aplicações de radioterapia e um dos primeiros em sessões de quimioterapia, principalmente quando o tratamento é oferecido aos pacientes da ginecologia oncológica.

O Boletim Informativo da Comissão Municipal de Oncologia ainda traz mais detalhes da atuação de destaque do Instituo Mário Penna no último ano.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar essas tags e atributos <abbr title = "HyperText Markup Language"> HTML </abbr>: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Olá, como podemos ajudar?