fbpx

A Diretoria Executiva do Instituto Mário Penna, que assumiu a gestão no final de 2019, vem alcançando constantes melhorias, o que proporciona avanço no atendimento oferecido, aprimoramento do corpo clínico, além de resgatar a saúde financeira da instituição, o que viabiliza conquistas de sólidas parcerias. Seguindo uma das metas do Planejamento Estratégico de 2021, já está em andamento a busca de parcerias para ampliar o atendimento de pacientes em Minas Gerais. Na última semana, aconteceu um encontro em várias cidades com representantes do Instituto e membros do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto Jequitinhonha (CISAJE).

O Presidente do CISAJE e prefeito de Itamarandiba, Luiz Fernando Alves, explica que o objetivo é concretizar uma parceria para atender as demandas dos 22 municípios que fazem parte do Consórcio e que estão sofrendo com a falta de atendimento médico especializado.

O prefeito explica que mais de 300 mil pessoas são assistidas pelo Consórcio. “Queremos atender melhor a população dessas cidades que fazem parte do CISAJE. Preciso acabar com esse gargalo de falta de cirurgias e atendimentos especializados. Sabemos que o câncer quando diagnosticado precocemente, tem cura. Então, a ideia é oferecer também exames preventivos para não chegarmos ao extremo”; diz.

Rodrigo Tadeu de Santana, Gerente Comercial do Instituto Mário Penna, e Douglas Arruda, Gerente de Faturamento, estiveram nessas cidades apresentado o Instituto e mostrando como é possível contribuir para o atendimento da população nessas localidades. Além disso, eles conheceram a necessidade do Consórcio e visitaram as instalações hospitalares.

“Possuímos um parque tecnológico que tem a capacidade de atender toda a demanda oprimida da região. Estamos avaliando junto ao Consórcio para que todas as cirurgias e atendimentos que estão paralisados possam ser atendidos no Instituto e para que a população seja beneficiada com essa parceria”; explica Rodrigo Tadeu de Santana.

Outra proposta apresentada pelo Instituto é Telemedicina, que consiste em consultas on-line com especialistas da instituição juntamente com o médico local que esteja acompanhando o paciente, para evitar o deslocamento sem necessidade para Belo Horizonte e, assim, agilizar o diagnóstico.

O Instituto Mário Penna – Hoje, classificado pelo Ministério da Saúde como Centro de Assistência de Alta Complexidade Oncológica (CACON), o Mário Penna atua nas áreas de ensino, prevenção e tratamento do câncer. No ano passado, realizamos mais de 260 mil atendimentos em pacientes de todo o estado, 272 mil aplicações de radioterapia, 34 mil sessões de quimioterapia e quase 11 mil cirurgias. Além disso, estivemos na linha de frente no combate à Covid-19. Foram criados 100 leitos e outros novos de CTI, direcionados ao tratamento de pacientes com a doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar essas tags e atributos <abbr title = "HyperText Markup Language"> HTML </abbr>: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Olá, como podemos ajudar?