O Instituto Mário Penna sai, mais uma vez na frente, quando o assunto é o desenvolvimento tecnológico para proporcionar melhorias aos pacientes que atende. Desde a última semana, o Hospital Luxemburgo (uma das unidades da instituição) reinaugurou o serviço de Medicina Nuclear, passando a contar com um setor próprio, oferecendo exames diferenciados, com tecnologia de ponta, aparelhos modernos e que são encontrados em poucos hospitais e clínicas de Minas Gerais. É importante ressaltar que o departamento atende pacientes do SUS e, também, da Saúde Suplementar, conseguindo ofertar atendimentos a um número maior de pessoas, já que os exames realizados são bem específicos.

Esse é mais um compromisso firmado com êxito e apoio junto à Secretaria Municipal de Saúde. “Antes de tudo, é necessário reconhecer que o Hospital Luxemburgo é uma referência no tratamento oncológico no município e no estado de Minas Gerais. O período em que o serviço de Medicina Nuclear não foi oferecido pela instituição, resultou em represamento dos atendimentos dos pacientes que necessitavam desta terapia, gerando preocupação aos gestores municipais e nos demais atores que prezam pela saúde dos usuários do SUS. Graças à tenacidade da diretoria da instituição, que envidou todos os esforços para reativação do serviço e sua parceria incondicional com a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, foi possível a reabertura do serviço que atende pacientes do município e de centenas de municípios menores que têm pactuação com a capital para este tipo de atendimento. Isso traz tranquilidade e segurança aos usuários do SUS, garantindo novamente àqueles que necessitam destas terapias a integralidade da assistência oncológica digna e resolutiva; ressalta Christine Ferretti Santiago, Diretoria de Regulação de Média e Alta Complexidade em Saúde de Belo Horizonte.

A coordenação da Medicina Nuclear é do experiente Dr. Adelanir Antônio Barroso, que tem todo o suporte de uma competente e especializada equipe preparada e certificada para atuar nessa área.

Ele explica que a Medicina Nuclear para ter o funcionamento permitido pelos órgãos competentes, exige que se tenha na equipe um médico nuclear enquanto houver atividade no setor. “Nós temos dois médicos nucleares (eu e a Dra. Marta de Oliveira Resende), dois supervisores de proteção radiológica na área de medicina nuclear, dois responsáveis técnicos (um titular e um reserva), uma biomédica, uma técnica de enfermagem e uma supervisora de enfermagem especializada na área. Contamos ainda com três físicos médicos”.

Segundo Dr. José Mourão Neto, Diretor Técnico Assistencial do Instituto Mário Penna, a Medicina Nuclear engloba o atendimento não só dos pacientes oncológicos, mas de diversas especialidades. Segundo o médico, o setor tem alguns diferenciais relevantes, sendo alguns deles:

  • Gama Câmara, onde são realizados exames de cintilografia (pulmonar, cardíaca, óssea etc.). Ela serve para a investigações de doenças diversas, além do câncer.
  • PET-CT: Um dos aparelhos mais modernos para o diagnóstico do câncer e pouco encontrado em Minas Gerais, adquirido pela instituição através do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON), subsidiado pelo Governo Federal, com o apoio de empresas privadas parceiras. Essa tecnologia não invasiva proporciona imagens de precisão e uma análise minuciosa do corpo humano que contribui para a detecção de doenças como o câncer, contribuindo para o diagnóstico precoce e para o planejamento de um tratamento mais eficiente. Dentro deste mesmo aparelho existe o PET Scan, que é um exame de diagnóstico por imagem que quando realizado em conjunto é muito eficiente na detecção de cânceres, doenças do coração e problemas neurológicos.
  • Radioiodoterapia: é uma terapia para o tratamento de doenças. Consiste no uso do iodo, que é um átomo emissor de partículas beta para o tratamento de tumores da glândula tireoide e suas metástases. Temos um quarto terapêutico destinado, exclusivamente, para atender pacientes que fazem esse procedimento.
  • Radioisótopo: A terapia com radioisótopos, também conhecida como terapia molecular dirigida por radionuclídeo ou radioterapia molecular, envolve a utilização de um composto de droga radioativa chamado radio fármaco, que busca e destrói as células cancerígenas. É uma terapia indicada para câncer de próstata e tumores neuroendócrinos (pâncreas, intestino, dentre outros).

“Tenho muita satisfação em trabalhar em uma instituição assistencial que atende os menos favorecidos pelo SUS e que está ampliando os seus horizontes para fazer um atendimento global envolvendo a saúde suplementar, assim como acontece nas melhores e mais conceituadas instituições de saúde de todo país. É um grande marco para o Instituto Mário Penna; conclui.

Para fazer o agendamento pela Saúde Suplementar, basta entrar em contato pelo 3349-1212.

Olá, como podemos ajudar?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.