fbpx

O uso de impressoras 3D para fabricar máscaras ajuda na produção desse material que está sendo usado para proteger principalmente os profissionais de saúde. E o Instituto Mário Penna recebeu, recentemente, 100 protetores desse modelo da empresa Perícia MG.

 

O produto veio em boa hora, como analisa Tarcísio de Freitas Ferreira, Coordenador do Serviço de Segurança do Trabalho. “Como a demanda por máscaras aumentou muito, o custo seria muito lato para a Instituição. Essa doação vai nos ajudar a manter a proteção dos nossos colaboradores”.

 

De acordo com o representante da empresa, Gustavo Andrade, os equipamentos são seguros. “Se respingar saliva ou sangue, por exemplo, a transmissão do coronavírus não vai ser realizada, justamente pela capacidade de proteção dessa máscara, contou.

Faça parte desta rede do bem. Você pode doar para um trabalho que, há 49 anos, acolhe pacientes com câncer. Ligue no 0800 039 1441 ou acesse o site mariopenna.org.br.

 

 

Olá, como podemos ajudar?