Droga Clara é a mais nova parceira de Troco Solidário do Instituto Mário Penna

O Instituto Mário Penna conta com mais uma importante parceria do Troco Solidário: a Droga Clara. Em um encontro que contou com as presenças de Israel Gonzaga, Diretor Administrativo do Mário Penna, e Warley Inácio, CEO da Droga Clara, o martelo foi batido nessa quinta-feira, dia 11 de dezembro, e uma placa de agradecimento foi entregue com a certeza do sucesso da parceria.

“A partir de hoje, cada caixa da Droga Clara vai pedir o troco para ajudar no tratamento dos pacientes oncológicos do Mário Penna. Cada moedinha é importante e faz a diferença na vida que quem tanto precisa. Através de iniciativas como essa é que conseguimos realizar atendimentos para pacientes de mais de 600 municípios de Minas Gerais”; explica Israel Gonzaga, Diretor Administrativo do Instituto Mário Penna.

Somente em BH e Região Metropolitano, são mais de 30 unidades da Droga Clara, rede de drogarias que mais cresce em BH e na Região Metropolitana. Lá é possível encontrar produtos variados, de qualidade e com os melhores preços.

“É com grande satisfação que fechamos essa parceria e um orgulho ter a nossa empresa ajudando uma instituição tão séria e que salva tantas vidas. A gente acredita que a solidariedade é sempre o melhor remédio”; ressalta Warley Inácio, CEO da Droga Clara.

“Com o sol não se brinca, proteja-se”: IMP alerta para a prevenção do câncer de pele no Dezembro Laranja

O Dezembro Laranja do Instituto Mário Penna chega com o tema “Com o sol não se brinca. Proteja-se”. A campanha tem como objetivo principal chamar a atenção para a prevenção o câncer de pele, o que mais atinge os brasileiros.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), quando identificado de maneira precoce, o câncer de pele possui mais de 90% de cura. Nos últimos dois anos, 1.380 pacientes com esse tipo de câncer foram atendidos no IMP, sendo 538 em 2020, e 842 de janeiro a outubro de 2021.

Os cânceres de pele são divididos em melanoma e não-melanoma. Os melanomas correspondem a 4% dos cânceres de pele, e são causados por exposições intensas e intermitentes ao sol, principalmente as que causaram algum tipo de queimaduras solares na infância e adolescência. Os mais impactados são pessoas com pele, cabelos e olhos claros, louros e ruivos. O fator genético também contribui nesses casos.

Os melanomas são detectados da seguinte forma: aparecimento de lesão pigmentada nova no adulto, alteração de uma lesão pigmentada pré-existente (mudança de cor, tamanho e textura), uma lesão muito diferente, ou uma lesão com dor, prurido, alteração de sensibilidade ou sangramento de lesão pré-existente.

Já o câncer de pele não-melanoma é mais frequente em áreas expostas. As lesões podem ser manchas avermelhadas com crostas em áreas expostas cronicamente, feridas que não cicatrizam, lesão verrucosa que úlcera, úlcera de perna que não cicatriza, alteração de uma lesão pré-existente com crescimento, dor e sangramento.

Alerta

  • Ocorre principalmente nas áreas do corpo mais expostas ao sol.
  • Podem apresentar manchas na pele que coçam, ardem, descamam ou sangram.
  • Pintas ou sinais que mudam de cor, tamanho ou forma.
  • Feridas que não cicatrizam em quatro semanas.

Prevenção

  • Evite exposição prolongada ao sol entre 10 e 16 horas.
  • Use proteção adequada como roupa, bonés ou chapéus, óculos escuros com proteção UV, sombrinhas e barracas.
  • Aplique protetor solar pelo menos meia hora antes da exposição.
  • Use também filtro solar próprio para lábios.

NEP e o combate ao câncer: onde estamos?

No passado, receber o diagnóstico de câncer estava atrelado ao pensamento de que a pessoa recebia uma sentença de morte. Felizmente, com o avanço da ciência e o desenvolvimento de novos métodos de cuidado do paciente oncológico, este tipo de pensamento não tem mais fundamento.

O desenvolvimento de novas ferramentas diagnósticas tem proporcionado a descoberta cada vez mais precoce dos novos casos de câncer e contribuído para determinar pacientes que podem se beneficiar de tratamentos oncológicos mais eficientes e efetivos. A identificação do câncer ainda em seu estágio inicial é a chave para o sucesso do tratamento.

Assim, educar a população quanto à importância de se adotar hábitos de vida saudáveis, e de procurar atenção médica periodicamente para realizar avaliações periódicas do seu estado de saúde continuam sendo fundamentais na luta contra o câncer. Iniciativas como o “Outubro Rosa” e o “Novembro Azul”, anualmente realizadas no Instituto Mário Penna, visam conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce e dar maior acessibilidade à população a exames preventivos.

Neste 27 de novembro, dia em que se comemora o Dia Nacional de Combate ao Câncer, os pesquisadores do Núcleo de Ensino e Pesquisa do Instituto Mário Penna (NEP), reforçam o quanto os avanços científicos têm contribuído para melhorar a vida dos pacientes oncológicos. Vários medicamentos novos têm sido desenvolvidos, e o uso da imunoterapia vem se alargando mais e mais, de modo que, em breve, estima-se que seja uma realidade para todos os pacientes com câncer. A imunoterapia trás a vantagem de fazer com que o próprio sistema imunológico do paciente se torne competente para combater as células cancerígenas, tornando o processo de terapia mais eficiente e menos traumático. Além disso, inúmeras pesquisas têm sido desenvolvidas para identificar biomarcadores genéticos que possam ser utilizados como referência para os médicos na tomada de decisão quanto ao melhor tratamento para o seu paciente.

O NEP está focado e pronto para trabalhar nessas novas perspectivas. Junto aos médicos do IMP, e com os pacientes que contribuem para o desenvolvimento das pesquisas, a equipe busca novas ferramentas que favoreçam o desenvolvimento de métodos cada vez mais eficientes e personalizados.

Para saber mais sobre avanços científicos no diagnóstico e tratamento do câncer, acompanhe nossas publicações em nossas redes sociais e no nosso site.

*Texto produzido pelo Dr. Fábio Ribeiro Queiroz, pesquisador do NEP

Barbearia Seu Elias faz ações em parceria com o IMP

O Novembro Azul do Instituto Mário Penna vem recebendo o apoio de importantes parceiros que abraçaram a nossa causa. A tradicional e renomada Barbearia Seu Elias é um deles e proporcionou um dia bem especial a alguns pacientes e colaboradores da instituição.

Alguns membros da equipe do Seu Elias estiveram no Hospital Luxemburgo, realizando cortes de cabelo, proporcionando aquela modernizada no visual. A parceria teve como principal objetivo conscientizar as pessoas sobre a importância de se cuidar, principalmente quando o assunto é o câncer de próstata.

E não parou por aí. No dia 17 de novembro, a live do Mário Penna Conecta sobre o Novembro Azul foi transmitida, ao vivo, de uma das barbearias Seu Elias. A jornalista do Instituto Carolina Farah fez a mediação por lá diretamente com o Dr. André Salazar, médico Urologista do IMP. Durante o bate-papo, dúvidas sobre o câncer de próstata foram esclarecidas e, de forma bem descontraída, a live contou com a participação de pessoas de todo o Brasil. A transmissão aconteceu pelas redes sociais do IMP e também da barbearia.

Seja como essa turma do Seu Elias e venha também fazer parte da nossa campanha do Novembro Azul. Seja quem você quiser, mas seja prevenido!

NEP: inovação e pesquisa para ajudar no tratamento do câncer de próstata

Antes de falar da doença, vamos entender o órgão acometido. A próstata é uma glândula do sistema genital masculino, que se situa logo abaixo da bexiga e na frente do reto. Ela é responsável por produzir o sêmen, líquido que contém os espermatozoides, liberado durante a relação sexual.

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens e atinge principalmente a terceira idade. Estima-se aproximadamente 65.840 novos casos entre 2020 e 2022, de acordo com INCA.

Conhecendo a importância do diagnóstico precoce e tratamento eficiente, o Núcleo de Ensino e Pesquisa (NEP) do Instituto Mário Penna busca inovações para ajudar a melhorar o trabalho do médico com decisões mais eficientes para os pacientes. Dentre os avanços alcançados, ressalta-se o uso da Inteligência Artificial aplicada no combate ao câncer.

Dr. Paulo Guilherme de Oliveira Salles, médico patologista e Diretor do NEP, já publicou dois artigos sobre o assunto e trabalha em colaboração com o grupo do Professor Geert Litjens e do Dr. Wouter Bulten, da Radboud University Nijmegen (Nijmegen, Holanda) – usando sistemas de Inteligência Artificial elaborados para apoiar os médicos patologistas no diagnóstico do câncer de próstata. Atualmente, o Dr. Paulo está recrutando novos pacientes para validar os algoritmos desenvolvidos e ratificar a importância do uso da Inteligência Artificial para diagnósticos rápidos e tratamentos cada vez mais personalizados.

Fique atento! Em breve vamos divulgar mais ações e novidades realizadas pelo NEP.

*Texto escrito pela equipe do NEP

Olá, como podemos ajudar?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.