Clima de arraiá toma conta dos 51 anos do Instituto Mário Penna

O Instituto Mário Penna completou 51 anos no dia 28 de junho, mas as comemorações aconteceram durante uma semana em clima de arraiá. Os corredores e portarias da instituição ganharam uma decoração especial com bandeirinhas, balões e móbiles, além dos enfeites especiais produzidos pelos colaboradores dentro de cada setor.

Para entrar ainda mais no clima, teve comida típica todos os dias para os colaboradores, com direito a pipoca, refrigerante, doces típicos juninos, caldos e canjica – tudo doado pelo Instituto Você e pela Yoki.

Música também não faltou. Teve quadrilha e sanfoneiro que, além da linda apresentação que fizeram na entrada do PA Convênio, fizeram questão de rodar pelo hospital levando a alegria para os pacientes e acompanhantes que estavam internados, em tratamento, realizando exames ou consultas. Ninguém ficou de fora da animação da festa.

“Corri aqui para ver essa quadrilha no meu horário de almoço e estou encantada com tanta beleza e animação. Trabalho no Mário Penna há 23 anos e nunca tinha visto isso aqui. As pessoas estão felizes e está contagiante. Isso faz uma diferença danada no nosso dia de trabalho”; disse Eny Mendes de Souza, colaboradora da higienização.

No dia 28, que foi o aniversário do Mário Penna, teve bolo, parabéns e muita cantoria. Os membros da Diretoria circularam pelo hospital distribuindo um pão de mel em formato de coração para os colaboradores e pacientes para celebrar a data.

E não pense que acabou. Para fechar a semana, teve até concurso de fantasia entre os setores. A disputa foi acirrada e deixou os jurados em saia justa, já que todos mereciam ganhar. Os brindes para presentear os três primeiros lugares foram doados pelos apoiadores: Quem Disse, Berenice?, Radio Itatiaia, Renata Fraga Hair, Socila, Via Rara, Jade Internacional, Rádio Alvorada, Motel Forest Hills, Restaurante Paracone, DRL Distribuidor Atacadista, O Boticário, Penteadeira Salon, PMG Lingerie, Lord Print e PSI Hidrálica.

Com o fim do mês de junho, as comemorações acabaram, mas já deixaram um gostinho de quero mais.

Instituto Mário Penna lança campanha Julho Verde com tema “Não deixe o câncer de cabeça e pescoço tomar conta da sua vida”

O Julho Verde chegou e com ele uma ação muito importante abraçada pelo Instituto Mário Penna: a campanha de prevenção ao câncer de cabeça e pescoço. Esse é o nome dado a tumores que envolvem a região das vias aéro-digestivas, como amígdalas, boca, bochecha, faringe, gengivas, laringe, língua e seios paranasais e os tumores de pele da região da face e do pescoço.

Focado na prevenção e diagnóstico precoce, o Instituto lança sua campanha com o slogan “Não deixe o câncer de cabeça e pescoço tomar conta da sua vida”. Durante todo o mês, os tons de verde tomarão conta do Instituto e das nossas redes sociais.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de cabeça e pescoço representa a quarta maior incidência da doença. No Brasil, mais de 40 mil pessoas recebem o diagnóstico a cada ano. Dentre os hospitais de Belo Horizonte, somos a instituição que concentrou entre outubro 2020 a setembro de 2021, 39% de todas as cirurgias de cabeça e pescoço do SUS. Portanto, somos o maior em volume de cirurgias desse tipo na capital mineira.

Além disso, somos a instituição que realizou mais procedimentos de radioterapia de cabeça e pescoço – cerca de 20% realizados em Belo Horizonte são do Hospital Luxemburgo, entre outubro 2020 a setembro 2021.

Dados gerais de 2021:

1.220: procedimentos cirúrgicos de cabeça e pescoço; 

4.832: consultas ambulatoriais de cabeça e pescoço;

837: pacientes cirúrgicos;

393 pacientes de radioterapia.

É preciso ficar em alerta porque os sintomas são muito comuns e podem ser confundidos. São eles: rouquidão, dor ou dificuldade para engolir há mais de 15 dias, feridas na boca que não cicatrizam ou nódulos (caroços) no pescoço.

Para prevenir, mantenha uma boa higiene e saúde oral, tenha uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes. Evite exposição solar prolongada, o excesso de bebidas alcoólicas e não fume.

A nossa equipe é formada por cirurgiões renomados em câncer de cabeça e pescoço, composta pelos médicos Alvimar Afonso, Lysio França, Lorenzo Testolin, Rafael Malheiros e Sérgio Negri.

“O cirurgião é o profissional mais indicado para fazer o diagnóstico e o estadiamento dos tumores que acometem a região, além de realizar as modalidades cirúrgicas de tratamento. O médico tem o papel essencial de ajudar o paciente a decidir a melhor forma de tratamento para cada caso individualizado”; explica Lorenzo Testolin, médico cirurgião e coordenador da residência em cirurgia de cabeça e pescoço do Instituto Mário Penna.

Além disso, cabe ao médico indicar a intervenção da equipe multidisciplinar do Instituto – formada por psicólogos, fisioterapeutas, estomatologistas, fonoaudiólogos e nutricionistas – que irá acompanhar cada paciente, de acordo com a sua necessidade.

O diagnóstico tardio deixa sequelas em 60% dos pacientes. Fique atento à sua saúde. Em caso de desconforto ou suspeita, procure um médico. Diagnosticado precocemente, o câncer tem cura!

Nosso atendimento

Os pacientes com o câncer de cabeça e pescoço do Instituto Mário Penna contam também o suporte da nossa equipe multidisciplinar, composta por psicólogos, fisioterapeutas, estomatologistas, fonoaudiólogos e nutricionistas. Saiba um pouco mais sobre a importância de cada um.

Psicologia: O diagnóstico do câncer traz grande impacto físico e emocional.  Estamos prontos para ajudar o paciente nas dúvidas e no apoio das decisões. O paciente não precisa passar por esse momento difícil sozinho.

Fisioterapia: O câncer da laringe (cordas vocais) traz alterações radicais na forma de respirar e de engolir. Dessa forma, são comuns doenças respiratórias associadas à doença. Nós contamos com um projeto inovador que disponibiliza consultas fisioterápicas ambulatoriais para acompanhamento específico de pacientes com câncer de laringe. Esse trabalho é de extrema importância na recuperação do paciente e, assim, diminuir as internações. Os cuidados englobam reabilitação respiratória através de exercícios específicos e orientações para a melhora da qualidade de vida do paciente e dos familiares envolvidos no tratamento.

Estomatologia: É a especialidade da odontologia que previne, diagnostica e trata as doenças que se manifestam na boca. É de suma importância no atendimento dos pacientes, principalmente os que fazem quimioterapia e/ou radioterapia. Esses tratamentos podem evoluir com mucosite, comprometendo a função oral (mastigação, deglutição e dor para engolir). Através do tratamento estomatológico com medicação e laserterapia, os efeitos do tratamento oncológico são amenizados, tornando-o mais rápido e confortável para o paciente.

Fonoaudiologia: O fonoaudiólogo é indispensável na avaliação e no tratamento dos pacientes acometidos por câncer da cabeça e do pescoço. Tais doenças podem trazer comprometimento na voz, fala e alimentação, com necessidade de adequações e reabilitação, independente da modalidade de tratamento. Com a reabilitação fonoaudiológica, os pacientes podem recuperar a sua comunicação, o prazer e a segurança ao se alimentar.

Nutrição: A avaliação de um nutricionista é de extrema importância durante o adoecimento. O suporte nutricional precoce pode reduzir a perda de peso antes, durante e após a conclusão do tratamento, proporcionando melhores resultados e melhor qualidade de vida. Cerca de 80% de pacientes com câncer apresentam desnutrição no momento do diagnóstico. Isso ocorre devido a um desequilíbrio entre a ingestão e as necessidades de nutrientes, e está associado ao aumento da morbimortalidade – pior resultado.

Coral do Instituto Mário Penna

A descoberta do câncer de laringe pode representar o fim da voz para muitas pessoas. Para catorze pacientes que perderam a voz devido a esse tipo de câncer, foi a oportunidade de aprender a cantar. Eles fazem parte do Coral dos Laringectomizados do Instituto Mário Penna e renasceram a partir do canto.

Os pacientes integrantes do grupo se submeteram à cirurgia para a retirada total da laringe – procedimento denominado “Laringectomia” – perdendo completamente a voz. Entretanto, com a reabilitação por meio da aquisição da voz esofágica ou implante da prótese traqueoesofágica, puderam retomar a comunicação.

O Instituto Mário Penna, centrado na excelência do atendimento que compreende diagnóstico, tratamento, reabilitação e reintegração à sociedade, é o único na capital que disponibiliza esse serviço pelo SUS.

Esses pacientes/cantores têm encantado por onde passam e chamam atenção pela alegria, orgulho e otimismo com que encaram a vida.

A Volmape – Voluntárias do Instituto Mário Penna – apadrinha o projeto, proporcionando próteses e insumos necessários ao grupo.

Laringe Eletrônica

O Instituto Mário Penna alcança um importante marco na história do SUS, sendo o primeiro a receber Laringes Eletrônicas para os pacientes que passam por cirurgias e que precisam de reabilitação para o uso da voz. A Associação de Câncer de Boca e Garganta (ACBG) Brasil esteve à frente da luta para a inserção do aparelho na tabela do SUS por anos e a aprovação foi conquistada no mês de janeiro de 2021.

A laringe eletrônica, além de ser um método de grande sucesso no processo de reabilitação, proporciona ao paciente condições de retomar sua comunicação oral por meio do uso do aparelho, que produz uma vibração mecânica e, ao ser colocado em contato com a pele da região de pescoço, bochecha ou intraoral, produz uma vocalização que é robotizada e compreensível.

“É um momento muito importante para o Instituto Mário Penna. Lutamos há anos por essa conquista pelo SUS para que os pacientes laringectomizados possam voltar a falar e expressar os seus sentimentos. Todos serão contemplados, dos mais antigos até os recém-operados. Eles serão capacitados em atendimentos fonoaudiológicos ambulatoriais, de acordo com o programa de reabilitação proposto e elaborado pela nossa equipe, que engloba desde o conhecimento das potencialidades do instrumento até a aquisição da prática para seu uso de forma fluente”; ressalta Dr. Lorenzo Testolin.

 

Clique aqui e divulgue nosso material nas suas redes sociais.

 

“Café com Ciência” inicia debates para as celebrações do Dia da Ciência e do Pesquisador

O Instituto Mário Penna – Ensino, Pesquisa e Inovação promoveu na última quinta-feira, 23 de junho, a 3ª edição do “Café com Ciência” com o tema Oncologia de Precisão. O evento reuniu renomados nomes da pesquisa em uma discussão a respeito da realidade e tendências no diagnóstico e tratamento do câncer. O seminário marcou o início das homenagens ao Dia Nacional da Ciência e o Dia Nacional do Pesquisador Científico, comemorados no próximo 8 de julho. A iniciativa que contribui para a construção do conhecimento especializado na área da Oncologia, também representa a integração do corpo clínico multidisciplinar da instituição com a indústria e a comunidade científica.

O Café com Ciência é um difusor de práticas e estudos científicos realizados em Minas Gerais e no Brasil. Nesta edição, as palestras foram mediadas por Dr. Israel Vilaça, Médico Oncologista do Instituto Mário Penna, e contou ainda com a presença de Renato Santana, professor adjunto do Departamento de Genética da Universidade Federal de Minas Gerais, Enaldo Melo, Médico Oncologista do Hospital Mater Dei e Especialista em Oncologia Médica pela ESMO (Sociedade Europeia de Oncologia Médica), e a Bióloga e Diagnostic Manager AstraZeneca, Karen Brunialti.

A temática abordada pelos três convidados trouxe ao público uma revisão atual do tratamento do câncer em um importantíssimo debate que ressaltou, principalmente, a possibilidade de sobrevida de pacientes com malignidades avançadas.  Márcio Sanches, diretor do Instituto Mário Penna – Ensino, Pesquisa e Inovação, conclui que, a partir do próximo mês, todas as discussões e produções audiovisuais estarão disponíveis no MedPortal, uma empresa líder no mercado de educação continuada e no desenvolvimento de tecnologia na área da saúde. “O MedPortal é um dos patrocinadores do projeto educacional na instituição e com o programa nomeado como “Interact”, será possível disseminar conteúdos de aulas e eventos”. O diretor enfatiza ainda que, por meio da nova proposta, será possível divulgar as atividades do Instituto Mário Penna também a um público digital e on-line.

Apoios e Agradecimentos: AstraZeneca | Pfizer | MSD |  Astellas | FELUMA Qiagen | Med Center | Med Portal | Biotech Town | Oncoh | Espaço Meet | Meet Buffet | Grupo Meet | Today Vídeo Produções | Jairo Alves Lopes Neto

Fotografia: Mariana Bastani

 

Instituto Mário Penna completa 51 anos como o maior de Minas no combate ao câncer

O Instituto Mário Penna completa 51 anos nesta terça-feira, dia 28 junho, com uma história marcante na busca incessante de salvar vidas. Durante todos esses anos, milhares de pacientes oncológicos foram atendidos com dignidade, respeito, acolhimento e de forma humanizada. Neste ano, podemos celebrar essa data com o retorno cauteloso dos encontros e do calor humano. Dessa forma, a mineiridade das festas juninas preencheu os corredores e as fachadas da instituição para, com alegria e tradição, rememorar os 51 anos dessa história.

“O Mário Penna é uma grande comunidade e patrimônio de Minas Gerais. A sua existência depende da contribuição de todos que fazem parte dela. Além dos colaboradores que com excelência dedicam-se ao atendimento e gestão das nossas unidades, a continuação dessa obra é dependente dos parceiros e doadores que se juntam à sua nobre causa. É hora de agradecer e reconhecer que cada um é essencial para o sucesso dessa história. Essa comemoração é de todos nós”; ressalta Marco Antônio Viana Leite, Diretor-Presidente do instituto Mário Penna.

Composto pelo Hospital Luxemburgo, Hospital Mário Penna (futuro Cancer Center), Casa de Apoio Beatriz Ferraz, Instituto Mário Penna – Ensino, Pesquisa e Inovação, e Núcleo de Especialidades Oncológicas (NEO), a instituição realiza mais de 305 mil atendimentos por ano, sendo provenientes de mais de 600 municípios de Minas Gerais.

Classificado pelo Ministério da Saúde como Centro de Assistência de Alta Complexidade Oncológica (CACON), a instituição é a maior de Minas no combate ao câncer. Em 2021, o Instituto realizou 40.070 sessões de radioterapia, 32.991 mil sessões de quimioterapia, 33 transplantes de medula óssea e quase 13 mil cirurgias.

A história

A história do Instituto Mário Penna – que recebe esse nome em homenagem ao incansável médico que se tornou pioneiro do tratamento do câncer em Minas Gerais – começa em 1969, quando Célia Janotti tem a brilhante ideia de ajudar pacientes oncológicos que estavam em um abrigo localizado no bairro santa Efigênia. Ela foi a inspiração para a obra do Mário Penna na luta contra o câncer.

Em 1971, nasceu a Associação dos Amigos do Hospital Mário Penna. O grupo conquistou diversas melhorias para os pacientes – sendo a principal delas a devolução da humanidade no tratamento de doentes terminais.

Hoje, há 51 anos após o início dessa trajetória, o Instituto Mário Penna continua na luta contra o câncer. Com a ajuda de colaboradores, integrantes do corpo clínico, voluntários, doadores e parceiros, essa história que se iniciou no olhar cuidadoso de quem zela pelo próximo, continuará sendo escrita por muitos anos.

 

 

Instituto Galo e mascote do Atlético realizam entrega do livro “Sobrevivendo ao câncer” no Instituto Mário Penna

Na última quarta-feira, dia 8 de junho, integrantes do Instituto Galo e o mascote do time alvinegro visitaram o Mário Penna em parceria com a Conselheira Cláudia Rossi para distribuir o livro “Sobrevivendo ao câncer”. A obra foi escrita por ela, que já enfrentou o câncer e hoje segue fazendo o acompanhamento.

“Eu queria escrever um livro não sobre o tratamento, pois isso todo mundo sabe como funciona, mas como superar os momentos mais difíceis. E foi isso que eu tentei trazer de forma leve em meu livro. A doença não nos impedirá nunca de sermos vitoriosos”; afirma Cláudia Rossi.

A iniciativa é de extrema importância, pois ao longo do tratamento de câncer é sempre positivo partilhar experiências de maneira a amenizar a dor, mostrar que ninguém está sozinho e que é possível passar por este processo de uma forma mais leve, principalmente para aqueles que descobriram a doença recentemente.

“Gostaria de agradecer ao Instituto Galo e à Cláudia pela visita e por presentearem os nossos pacientes. Além disso, o Galo Doido alegrou bastante a manhã dos nossos pacientes que estavam na quimioterapia. Ver cada um daqueles sorrisos é extremamente gratificante”; ressalta Marco Antônio Viana Leite, Diretor-Presidente do Instituto.

 

Olá, como podemos ajudar?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.