fbpx

Campanha Outubro Rosa alerta sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama

Tipo de câncer que registra cerca de 58 mil casos por ano no Brasil e é a neoplasia de maior incidência nas mulheres. Campanha do Instituto vai promover diversas ações como mamografias gratuitas, palestras educativas e distribuição de folders informativos.Um dos cânceres que mais atinge as mulheres, o câncer de mama é também contemplado por uma das maiores campanhas de prevenção e conscientização – o Outubro Rosa. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é a neoplasia de maior incidência entre as mulheres em todo o mundo e no país, desconsiderando o câncer de pele não melanoma. Quase 30% dos novos casos diagnosticados anualmente em mulheres são de mama. É importante frisar, que a doença também pode acometer homens, representando 1% do total de casos. Segundo o INCA, estima-se que no ano de 2016 foram diagnosticados quase 58 mil novos casos no Brasil e que ocorreram aproximadamente 15 mil óbitos em decorrência da doença.

Para a mastologista do Instituto Mário Penna, Kerstin Kapp Rangel, o progresso na medicina diagnóstica e terapêutica tem possibilitado atingir até 95% de cura para casos de câncer de mama diagnosticados precocemente. “Esse avanço se deve, principalmente, à abordagem personalizada dedicada a cada paciente. As cirurgias se tornaram mais individualizadas e menos mutilantes e a radioterapia apresentou consideráveis progressos tecnológicos”, afirma a especialista. A mastologista explica ainda que a definição do perfil biológico de cada tumor possibilita identificar características específicas que podem ser utilizadas como alvo terapêutico em forma de anticorpos distintos. Outro fator que contribui é a identificação de um pequeno grupo de mulheres, com comprovada predisposição genética para a doença, o que permite oferecê-las um controle distinto com a possibilidade de cirurgias redutoras de risco, antes mesmo de um possível diagnóstico.

De acordo com a Drª Kerstin, a campanha Outubro Rosa é uma oportunidade de colocar em evidência uma das doenças que mais atinge mulheres no Brasil.  A conscientização sobre o câncer de mama vai além da realização da mamografia anual. Ela tem como propósito ressaltar a importância do diagnóstico precoce através da avaliação de exames físico e clínicos, incentivar as mulheres a manterem hábitos de vida saudáveis, fornecer informações amplas sobre o tratamento e controle da doença, assim como levantar fundos para financiar pesquisas. “Sabemos que mulheres com mais de 50 anos são mais propensas a desenvolver a doença”.

A especialista afirma que o diagnóstico em fases iniciais da doença aumenta as chances de cura e permite oferecer um tratamento mais eficaz e menos agressivo, tornando o diagnóstico precoce a principal arma no combate aos efeitos negativos da doença. “Sabe-se que a incidência da doença continua aumentando em todo o mundo, mas a mortalidade vem diminuindo em aproximadamente 2% ao ano desde o final dos anos 90, impactado pela detecção precoce e os avanços no tratamento”, enfatiza.

Ações Outubro Rosa

No mês de outubro, o Instituto Mário Penna promove uma grande campanha de prevenção ao câncer de mama, o Outubro Rosa, que tem como objetivo chamar a atenção para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Com o slogan “Prevenir-se é a melhor maneira de levar uma vida cor-de-rosa”, a campanha circulará em diversas mídias para difundir informações a respeito da doença e buscar o engajamento da população ao longo de todo o mês.

A campanha será amplamente divulgada por meio de folders e cartazes informativos distribuídos gratuitamente para todos que solicitarem o material,  para empresas parceiras do projeto “Troco Solidário”, como Supermercados BH, Lojas Rede, Verdemar e Estacionamentos Pare Park; ações de promoção de saúde em grandes empresas doadoras para a instituição, tais como a Vale e a Vallourec, e também na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e Câmara Municipal de Belo Horizonte, além de anúncios em TV, rádio, revistas, jornais e backbus. Todos estes sempre com gratuidade de mídia doada pelos veículos de comunicação e empresas de publicidade.

“O Instituto realizará ações, como palestras e desfiles de pacientes e ex-pacientes que tiveram o câncer de mama nas empresas parceiras, colégios, universidades e órgão públicos. A proposta é difundir informação para a população e orientar as mulheres sobre a importância da prevenção. “Outra ação será a disponibilização de 1.500 exames de mamografias no mês de outubro, sem a necessidade de passar pelo posto de saúde antes. Para poder realizar o exame, a solicitante deverá ter de 50 à 69 anos e não ter feito mamografia nos últimos 12 meses”, completa a Superintendente Hospitalar do Instituto Mário Penna, Dra. Carolina Mourão.

Mamografia

Para a marcação do exame, que será realizado apenas durante o mês de outubro, as mulheres que atenderem aos critérios estabelecidos, deverão entrar em contato com o Instituto Mário Penna pelo telefone (31) 3349-1212, a partir de 12h do dia 2 de outubro, quando serão disponibilizadas 60 vagas por dia.

Durante a campanha Outubro Rosa, o Instituto promoverá também o movimento Pink-se, que irá fomentar nas redes sociais a mobilização das mulheres em prol da prevenção do câncer de mama. A inciativa envolverá, blogueiras, personalidades e formadores de opinião, e já conta com o apoio da atriz mineira Amanda de Godoi, que participa da novela Tempo de Amar da TV Globo.

Coral dos pacientes Laringectomizados se apresenta em evento sobre inclusão de pessoas com deficiência

O Coral de Pacientes Laringectomizados do Instituto Mário Penna realizou uma apresentação comovente no Sesc Palladium, no dia 31 de outubro. A apresentação fez parte da programação do 6º Seminário “O Papel da Educação e o Mercado de Trabalho para Pessoas com Deficiência e Reabilitados”, promovido pelo Rede de Carreiras, portal do Senac, integrado ao Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac, para cadastro gratuito de vagas e currículos. Além da apresentação dos pacientes do Instituto Mário Penna, o evento contou, também, com a apresentação do músico Dudu do Cavaco, que é portador da síndrome de down, além de palestras, mesa redonda, depoimentos de pessoas com deficiência e reabilitadas e compartilhamento de cases de sucesso de empresas inclusivas.

Na ocasião, a Diretora de Humanização do Instituto Mário Penna, Maria Ângela Ferraz, falou aos presentes sobre a importância do trabalho que a Instituição realiza junto aos pacientes laringectomizados, que passaram pela cirurgia de retirada da laringe e cordas vocais, devido a um câncer no órgão, e a necessidade do apoio da sociedade. O coral cantou duas músicas, levou várias pessoas às lágrimas e foi aplaudido de pé. “Vocês realmente fizeram com que o seminário tivesse mais brilho. Eu me emocionei. Não consegui segurar as lágrimas. Que incrível! Que maravilha! Que Deus continue iluminando vocês para dar continuidade a este trabalho tão lindo”, declarou emocionada a coordenadora do Rede de Carreiras do Senac Minas – Ana Roberta Cruz.

Conheça o Coral de Pacientes Laringectomizados do Instituto Mário Penna.

Campanha Outubro Rosa promove desfiles de pacientes e ex-pacientes oncológicas do Instituto Mário Penna

A campanha Outubro Rosa do Instituto Mário Penna, neste ano, traz o tema “Leve a vida cor-de-rosa” e, para isso, a prevenção é o caminho. Com o objetivo de disseminar essa ideia para a sociedade, neste mês, o Instituto realiza diversas ações, algumas delas em parceria com grandes instituições e empresas, para a conscientização da prevenção do câncer de mama.

Desfile na Igreja Boa Viagem

A abertura da campanha aconteceu em um culto ecumênico no salão paroquial da Igreja Boa Viagem, no dia primeiro de outubro. A cerimônia contou com o desfile das pacientes e ex-pacientes do Instituto Mário Penna, que estiveram ou estão em tratamento contra o câncer de mama, além de fiéis e amigos ou parentes das pacientes. A celebração, que teve o apoio do Instituto Mário Penna, foi ministrada pelo Padre Marcelo Carlos da Silva e pelo Pastor da igreja batista Getsamani, Cláudio Rosa, que levaram palavras de esperança e agradecimento aos presentes.

 

Desfile na Câmara Municipal de Belo Horizonte

Na segunda-feira, dia 2, as modelos pacientes continuaram a maratona de desfiles do Outubro Rosa. E, dessa vez, o desfile aconteceu na Câmara Municipal de Belo Horizonte, a convite do vereador Doorgal Andrada, que em seu discurso enfatizou a importância da prevenção. As pacientes, por sua vez, emocionaram a todos com suas histórias de superação.

Desfile na Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Nesta terça-feira, dia 3, o desfile das pacientes e ex-pacientes aconteceu na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), a convite do Deputado Estadual Arlen Santiago. O evento contou com uma audiência pública, em que vários políticos e representantes de entidades ligadas à saúde falaram sobre a importância da prevenção do câncer de mama. Também discursaram durante a solenidade a Superintendente Hospitalar do Instituto Mário Penna, Dra. Carolina Mourão, a Diretora de Humanização, Maria Ângela Ferraz e a Psicóloga da Humanização, Adriane Pedrosa. Participaram do evento, o Presidente da Assembleia Geral da Associação Mário Penna, Dr. Osmânio Pereira e o Assessor Médico, Dr. Mário de Carvalho.

 

 

Outros desfiles:

As pacientes continuaram desfilando superação e autoestima, levando esperança e informação a empresas, parceiros e colaboradores. Os últimos desfiles aconteceram no Hospital Mário Penna (04/10), na unidade Barro Preto da Lojas Rede – nossa parceira do troco solidário – e na Casa de Apoio Beatriz Ferraz (07/10), ação promovida pela empresa Prudential Seguros.

Desfile na Lojas Rede
Desfile no Hospital Mário Penna

 

Outros desfiles serão realizados durante todo o mês de Outubro, em ações já confirmadas no Lions Club de Lagoa Santa, na Secretaria de Saúde de Contagem, na Universidade FUMEC, no Colégio Santo Agostinho, no Hospital Luxemburgo e nos parceiros do Troco – Lojas Rede e Supermercados BH.

Instituto Mário Penna abre processo de seleção de empresa que irá reformar enfermarias do Hospital Luxemburgo

O Instituto Mário Penna informa que está aberto o processo de seleção pública de empresas interessadas em prestar serviço de reforma de 21 enfermarias, destinadas ao atendimento em regime de complementariedade do Sistema único de Saúde do Hospital Luxemburgo.

Para participar da seleção, as empresas interessadas deverão realizar a visita ao local da obra, no dia 10 de novembro de 2017, às 9h, a fim de constatar as condições de execução, efetuar levantamentos e tomar conhecimento de todos os elementos necessários para a elaboração da proposta e peculiaridades inerentes à natureza dos trabalhos.

A entrega das propostas será realizada no dia 21 de novembro de 2017, das 15h às 17h, na sede do Hospital Luxemburgo: Rua Joaquim Cândido Filho, n. 91. Bairro Luxemburgo. Belo Horizonte/MG. CEP 30.380-410. Como critério de seleção das propostas, será levado em consideração a melhor técnica e o menor preço global.

Para obter todas as informações necessárias para participar da seleção, acesse o edital e os anexos abaixo:

Edital de Seleção Pública nº 03/2017 – Reforma de Enfermarias

Instituto Mário Penna celebra os 49 anos da sua obra social com missa em ação de graças à Célia Jannotti

Entidade celebrou a data no dia 20 de agosto com missa especial; homenageada teve visão de Nossa Senhora

Poucos sabem, mas a obra social que deu origem ao Instituto Mário Penna começou a partir de uma visão de uma mulher que enfrentava um câncer. Foi por meio de uma aparição de Nossa Senhora, presenciada pela mineira Célia Moreira Jannotti, que também era deficiente física, em fevereiro de 1968, que iniciaram as obras sociais que deram origem ao Instituto. Para celebrar os 49 anos da obra Mário Penna e também os 47 anos de falecimento ou “ressurreição” de Célia Jannotti, foi celebrada uma missa em ação de graças no último domingo, dia 20 de agosto, no Hospital Luxemburgo.
A missa organizada pela Pastoral da Saúde do Hospital Luxemburgo contou com a presença de pacientes e familiares, colaboradores, médicos, voluntárias e conselheiros do Instituto Mário Penna.
De acordo com o presidente do Conselho do Instituto Mário Penna, Osmânio Pereira de Oliveira, desde jovem Célia Jannotti era muito doente, e quando estava em tratamento de câncer presenciou várias aparições de Nossa Senhora em seu apartamento, localizado em Belo Horizonte (MG). Em uma delas, Nossa Senhora lhe pediu que cuidasse dos pacientes terminais que ficavam localizados numa espécie de galpão no bairro Santa Efigênia. “No final da década de 1960, os pacientes com câncer da capital mineira eram levados para o Hospital Mário Penna, na época, um local, sem estrutura, conhecido como ‘depósito’ e administrado pelo Estado de Minas Gerais”, afirma o presidente do Conselho.
A data de celebração da missão em Ação de Graças é devido ao aniversário de morte de Célia, em 21 de agosto de 1970. Antes de falecer, em 21 de agosto de 1970, Célia Jannotti deixou uma missão para a Associação do Hospital Mário Penna para que dessem continuidade a esse projeto. Em 24 de junho de 1971, foi criada a Associação dos Amigos do Hospital Mário Penna. Em 1974, o Governo de Minas Gerais doou toda o patrimônio e administração para a Associação que é até hoje a responsável por manter a instituição, por meio de recursos públicos e doações.
“Esse é o início da trajetória dessa grande obra social que é uma das principais instituições filantrópicas de Minas Gerais. Hoje, o Instituto Mário Penna possui quatro unidades – Hospital Luxemburgo, Hospital Mário Penna, Casa de Apoio Beatriz Ferraz e Núcleo de Estudos e Pesquisa, além de realizar a mais de 1,3 milhão de atendimentos por ano. Por isso, precisamos celebrar essa data, e também a figura humana que foi Célia Jannotti”, finaliza Osmânio.

Olá, como podemos ajudar?